NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A taxa turística rende cada vez mais, à medida que o turismo ganha expressão e mais autarquias implementam a medida. Só em 2018, as receitas subiram 56%, para 29,3 milhões de euros.

A taxa municipal turística rendeu às autarquias portuguesas que a implementaram um montante de 29,3 milhões de euros no ano passado, um crescimento das receitas na ordem dos 56% face ao ano anterior. Os dados foram recolhidos pelo DN (acesso pago), que recorda que há cada vez mais câmaras municipais a avançarem com a medida ou em vias de o fazerem.

 

De acordo com o jornal, quando Lisboa avançou com a taxa turística, em 2016, o instrumento rendeu 12 milhões aos cofres do município. Mas com o aumento de turistas na capital, a receita subiu para 18,5 milhões. O executivo espera agora receitas de 36,5 milhões de euros este ano.

 

No caso do Porto, que implementou a taxa turística no ano passado, a previsão de receita era de seis milhões de euros. Em 2019, no entanto, a câmara municipal já espera mais de 8,2 milhões de euros de receitas, segundo o jornal, uma subida de 38%.

 

O DN lembra que esta medida tem gerado polémica e a sua implementação não tem sido fácil nas várias autarquias. Aliás, em 2012, Aveiro chegou a cobrar uma taxa turística entre 35 cêntimos e um euro por cada noite de estada, mas a medida acabou por ser revogada dois anos depois.

Partilhar