NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As startups portuguesas podem juntar-se a este programa desde que já tenham criado um protótipo do produto provado junto de alguns clientes.

O grupo ASICS quer servir como “ponto de viragem” para as startups portuguesas. A empresa japonesa vai arrancar, em setembro, com o programa de aceleração Tenkan-Ten, que vai ajudar as melhores ideias na área do desporto e do bem-estar. Além do pacote de 60 mil euros (financiamento + oferta de serviços), a ASICS vai apresentar as startups em cidades como Barcelona, Paris, Londres e Berlim.

 

“Procuramos empresas que queiram começar a crescer. A ASICS quer mudar o mundo e uma das formas passar por encontrar coisas diferentes, porque temos de ter abertura para isso”, assinala ao Dinheiro Vivo Emilio Risques, vice-presidente da divisão de Novos Negócios e Inovação da empresa japonesa para as regiões da Europa, Médio Oriente e Ásia.

 

As startups portuguesas podem juntar-se a este programa desde que já tenham criado um protótipo do produto provado junto de alguns clientes e que atuem em áreas como desporto e bem-estar, treino e saúde, plataformas digitais, wearables e novos materiais e formas de interação do consumidor.

 

O programa Tenkan-Ten irá decorrer durante quatro meses em Barcelona no centro da ASICS dedicado a novos negócios.

 

As empresas envolvidas no programa irão receber apoio financeiro de 30 mil euros, para ajudar no desenvolvimento do projeto, aceder a uma rede global de distribuição e um leque variado de executivos, especialistas na indústria, investidores de capital de risco, fundadores e contactos de imprensa. Haverá ainda um apoio em serviços também avaliado em 30 mil euros.

 

As inscrições para este programa de aceleração poderão ser feitas até sábado, 30 de junho, através desta página.

 

Depois de concluído o programa, as melhores startups poderão receber financiamento da ASICS Ventures.

 

A unidade de investimento do grupo japonês conta, para já, com um orçamento de 25 milhões de dólares (21,4 milhões de euros), e tem prioridade em rondas de financiamento junto das startups. Os fundadores, ainda assim, ficarão com o controlo da empresa.

Partilhar