NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Duas empresas do concelho de Paços de Ferreira estão a produzir grandes quantidades de máscaras de proteção individual para fazer face à rutura de stock deste produto em toda a cadeia nacional. A Petratex, de Carvalhosa, já produziu 60 mil e a HC Portos, de Figueiró, tem em mãos uma encomenda de um milhão de máscaras.

Duas empresas sediadas no concelho de Paços de Ferreira estão na linha da frente no que diz respeito à proteção dos profissionais de saúde e dos principais grupos de risco de infeção da COVID-19. A Petratex, sediada em Carvalhosa e onde laboram cerca de 600 colaboradores, produziram ao longo da semana cerca de 60 mil máscaras de proteção individual, e sempre com todas as preocupações de segurança e distanciamento entre os colaboradores. Como se sabe, este material está em rutura de stock, sendo necessário o reforço das máscaras para poderem ser entregues a quem necessitar neste período exponencial de contágio da COVID-19. Segundo o TVS, citando uma fonte da empresa, os colaboradores da empresa trabalham dentro das normas de higienização, utilizando ainda luvas e máscaras de proteção.

 

 Também em Figueiró, a empresa HC Porto vai produzir um milhão de máscaras individuais, com o mesmo objetivo.

Partilhar