NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Smartex foi escolhida para o programa de aceleração Fashion for Good - Plug and Play, que conta com apoio da Adidas, da C&A e do grupo Lafayette.

A Smartex foi a única startup portuguesa que entrou no mais recente lote do programa de aceleração de moda internacional Fashion for Good – Plug and Play. A startup que deteta defeitos nos fios de tecido através de inteligência artificial é uma das 12 empresas que juntaram-se à iniciativa que conta com o apoio de marcas como a Adidas, C&A, grupo Lafayette e da Zalando.

 

Criado em 2017, este programa de aceleração para a indústria da moda procura startups que respondam aos desafios da sustentabilidade, da economia circular e da transformação digital. A decorrer pela sexta vez, esta edição do Fashion for Good apostou em startups que estão a desenvolver, por exemplo, novas soluções de embalagens e dispositivos inteligentes, segundo a nota de imprensa divulgada na terça-feira.

 

Este programa de aceleração vai decorrer nos próximos três meses em Amesterdão e dará acesso a tickets de investimento entre 25 mil e 100 mil euros, próprio da primeira ronda de financiamento de sempre para uma startup. A Fashion for Good não fica com qualquer participação acionista junto das empresas selecionadas.

 

Incubada no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, a Smartex foi fundada por António Rocha, Gilberto Loureiro e Paulo Ribeiro e no início deste ano juntou-se ao programa de aceleração de hardware HAX, que passa pela China e pelos Estados Unidos.

 

Pode conhecer melhor a Smartex através deste texto – Smartex. Tecnologia para tecidos sem defeitos de fabrico.

Partilhar