NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Os utilizadores em Portugal passam a beneficiar de uma redução de 60% na latência ao aceder a conteúdos.

A Amazon continua a expandir as operações em Portugal, depois de ter aberto um escritório no final de 2018. A Amazon Web Services apostou num Ponto de Presença do serviço Amazon CloudFront em Cascais, que já se encontra operacional. Através deste, os visualizadores em Portugal passam a usufruir de uma melhoria na latência de até 60% no aceso de conteúdos, por meio da CloudFront.

 

Portugal é assim o mais recente país a ser conectado à rede de infraestrutura global da AWS, que já conta com 190 pontos de presença, em 72 cidades de 33 países. O Amazon CloudFront, inclui a integração de computação, networking e serviços de segurança como o AWS Lambda@Edge, Amazon Route53, Amazon S3 Transfer Acceleration, AWS Shield e AWS Web Application Firewall (WAF).

 

Quando revelou que Lisboa estaria integrada na rede Amazon CloudFront, o diretor da AWS para a Europa afirmou que ao disponibilizar aos clientes em Portugal de uma infraestrutura de tecnologia avançada e segura, iria ajudar as organizações portuguesas a conseguir uma menor latência, enquanto obtêm os mesmos níveis de segurança da AWS Cloud.

 

A Amazon CloudFront pretende impulsionar o uso de ainda mais aplicações web em Portugal, incluindo de e-commerce, educacionais, de entretenimento, jogos, saúde, media, mobile banking e serviços governamentais. E o serviço até já tem clientes em Portugal, como a Impresa, Miniclip, Uniplace e a Federação Portuguesa de Futebol.

 

O Amazon CloudFront é uma oferta self-service e pay-per-use, que não requer compromissos a longo prazo ou tarifas mínimas, e pode ser usado de forma isolada ou em combinação com outros serviços da AWS para fornecer benefícios adicionais aos clientes.

Partilhar