NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A diretora do departamento de sociedade da informação da FCT foi destacada entre os seus pares. É a segunda vez que um português é distinguido pela instituição.

Desde há oito anos consecutivos que a CIONET, a maior comunidade de executivos TI da Europa, organiza os prémios que distinguem o Chief Information Officer (CIO) Europeu do Ano. Os prémios reconhecem o papel dos CIOs no aumento de competitividade das suas organizações através das TIC, criando valor comercial significativo para as respetivas empresas.

 

A portuguesa Ana Cristina Neves, diretora do Departamento de Sociedade da Informação na Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) destacou-se entre os 23 finalistas oriundos de oito países europeus, incluindo Portugal, e recebeu a distinção de CIO do ano como Líder Digital Europeu. Anteriormente, o mesmo prémio foi concedido a Nuno Miller em 2014, na altura ao serviço da Fartetch.

 

Na edição desde ano, António Pereira, da Primavera BSS, e Benedetto Conversano, da Jerónimo Martins, que juntamente com Ana Neves venceram os prémios portugueses de CIO do Ano, também representaram Portugal nos prémios europeus.

 

Entre os critérios de seleção destaca-se a análise sobre o quanto os CIOs ajustaram e obtiveram sucesso da implementação da sua estratégia em Tecnologias de Informação, para responder às necessidades do seu negócio.

 

Outros CIOs foram também distinguidos com prémios na edição deste ano para além de Ana Neves. Stefan Würtemberger, Diretor Digital da RENZ GmbH, na Alemanha venceu o prémio de Inovador Digital Europeu do ano; Jaime Sanz García, Diretor de Informática nos Correos, em Espanha ganhou o prémio relativo ao Setor Público; Emiliano Sorrenti, Diretor de Informações da Aeroporti di Roma, em Itália recebeu a distinção devido à Responsabilidade Regional; e Bouke Hoving, VP Executivo de Redes e TI da KPN, na Holanda, assumiu o prémio relativo à Responsabilidade Global.

Partilhar