NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O primeiro trimestre deste ano fechou com um investimento total de 378 milhões de euros. Os sectores de escritórios e de retalho representaram a maior fatia das transacções imobiliárias, com 250 milhões de euros, o que representa 66,6% do total do investimento.

O departamento de research da WORX, Real Estate Consultants, revela que no sector de retalho, destaque para a compra do Barreiro Retail Planet por fundo de investimento alemão num investimento na ordem dos 55 milhões de euros.

 

O sector dos escritórios representou quase 50% do investimento comercial imobiliário no primeiro trimestre de 2019, ao contrário do que aconteceu no período homólogo de 2018, em que a maior fatia do investimento foi para o sector do retalho.

 

Com 65 milhões de euros investidos este ano em retalho, o sector representa apenas 17% do volume de investimento no primeiro trimestre de 2019. Já os sectores do turismo e da logística, com 35,5 milhões de euros e 8 milhões, respectivamente, representaram 9,4% e 2,1% do total do valor investido neste período.

 

Comparativamente ao mesmo período do ano 2018, em que o valor em transacções de investimento foi de cerca de 850 M€, regista-se uma queda de cerca de 470 M€. Este decréscimo deve-se essencialmente às transacções atípicas e de montantes elevados realizadas em igual período de 2018, entre as quais a compra do Centro Comercial Dolce Vita pela AXA Investment Managers e a compra de um portefólio composto pelo Sintra Retail Park, Forum Sintra e Forum Montijo.

 

Pedro Valente, Capital Markets daWORX, revela que “continua a verificar-se bastante interesse dos investidores internacionais pelo mercado nacional, prevendo-se que 2019 venha a ser mais um bom ano de investimento na área do imobiliário comercial”.

Partilhar