NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As empresas Bac3Gel, C-mo Medical Solutions e Criam estão entre os finalistas de dois aceleradores da EIT Health, de cuidados de saúde.

Há três startups portuguesas de cuidados de saúde entre os semi-finalistas de duas competições europeias de inovadores em saúde: as empresas Bac3Gel, C-mo Medical Solutions e Criam foram destacadas nos programas de aceleração “Headstart” e “EIT Health Catapult” deste ano e competem, assim, pela atenção dos investidores e por um lugar no pódio das grandes finais.

 

As duas iniciativas são promovidas pelo EIT Health, uma rede europeia de empresas, universidades, centros de pesquisa e desenvolvimento, hospitais e institutos de saúde, apoiada pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT).

 

No âmbito da “Headstart”, a Bac3Gel e a C-mo Medical Solutions receberão 40 mil euros para desenvolver as suas soluções de monitorização de tosse e de substrato universal para cultura de bactérias, respetivamente, e poderão ganhar mais 10 mil euros se continuarem a impressionar os jurados.

 

Já o “EIT Health Catapult”, destinado a premiar a inovação em medtech, saúde digital e biotecnologia, considerou que o trabalho nas análises de sangue merece reconhecimento na primeira categoria. A empresa com sede em Braga compete para um prémio entre 10 mil euros a 40 mil euros.

 

Até lá, as equipas europeias terão acesso a mentores e formação em modelo de negócio e planeamento, negociação de acordos de investimento e pitch, bem como um ponto de contacto facilitado a especialistas e investidores, de acordo com a informação divulgada pela organização sem fins lucrativos por trás dos concursos.

 

“A chave para o desenvolvimento de sistemas de saúde inovadores está nas mãos da próxima geração: jovens talentos que desenvolvem as soluções de saúde do futuro. O nosso objetivo é fornecer o suporte necessário, orientação e oportunidades de networking a todos eles. Tenho muito orgulho em ver que existem tantos jovens talentosos nestas regiões em franco desenvolvimento, que trabalham em soluções de saúde que podem vir a tornar a vida de muitas pessoas mais saudável e longa”, afirma Inês Matias, gestora e Business Creation da EIT Health InnoStars.

 

Em Portugal, o EIT Health conta com seis parceiros – Instituto Pedro Nunes, Universidade de Coimbra, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Glinttt, Universidade de Lisboa e Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte – e colabora também com a Universidade do Porto e a Universidade de Évora.

Partilhar