NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A instituição ligada às exportações e captação de investimentos anunciou várias alterações na rede externa.

A AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) já escolheu os responsáveis para as delegações da Suíça e da Argélia, que estavam sem chefia desde o Verão do ano passado.

 
De acordo com o despacho publicado esta quarta-feira em Diário da República(DR), para Berna vai Ana Maria Barbosa Ferreira Rosas, que estava colocada desde Agosto de 2016 como delegada em Moçambique. Esta responsável fica também com o mercado austríaco e com o eslovaco.
 

Antes, Ana Rosas esteve ligada à direcção da área de empresas e de investimentos da AICEP, após ter pertencido à equipa de verificação de incentivos dados pelo Estado às grandes empresas. Para já, nada se sabe sobre quem a irá substituir em Maputo.

 

Já para o escritório de Argel vai Gonçalo Pereira Homem de Mello, cuja nomeação tem efeitos a partir do passado dia 1 deste mês. Este responsável, diz a nota publicada em DR, trabalha há 23 anos na AICEP, dos quais 19 em postos no estrangeiro.

O despacho efectiva também as saídas dos responsáveis que estavam em Riade (neste caso com efeitos que recuam a Agosto do ano passado), Qatar/Doha (Setembro do ano passado), Abu Dhabi (Outubro do ano passado) e Cuba (Novembro do ano passado).

 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros, que detém a tutela da AICEP, dá ainda nota da saída de Maria João Abreu Rocha Bonifácio do escritório de Macau, na China, já substituída por Maria Carolina Pereira Alves Lousinha com efeitos desde o início deste mês.

 

Na lista de nomeações surge também Teresa Paula Marreneca Gameiro, para São Francisco, nos EUA (desde 1 de Fevereiro), João Rodeia (nomeado como adido para o turismo para o Benelux a partir de Maio) e Oto Oliveira (adido para o turismo para o Japão e Coreia do Sul já com efeitos desde 1 de Janeiro).

 

Lugares por preencher

Conforme noticiou o PÚBLICO no dia 9 de Fevereiro, a AICEP planeia abrir ainda neste trimestre o concurso para duas novas delegações, na Irlanda e em Cantão. No caso de Cantão, trata-se de um reforço da presença na China (além de Pequim e de Xangai) no ano em que se comemoram os 40 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países.

A notícia também dava conta de que havia várias delegações da AICEP sem chefia. O site económico Eco contabilizou nove, mas entretanto já tinham sido escolhidos os responsáveis de duas delas, Timor-Leste e S. Francisco (neste caso, Teresa Gameiro, conforme foi hoje oficializado), a que se juntam agora Suíça e Argélia.

 

Por resolver fica agora Moçambique, além de Tunísia, Arábia Saudita, Emiratos Árabes Unidos, Qatar, São Tomé e Príncipe, e Cuba. Sobre Cuba, cujo escritório foi inaugurado em Outubro de 2017, a AICEP já garantiu que o concurso para um novo delegado será aberto também no primeiro trimestre deste ano.

 

De acordo com a instituição liderada por Luís Castro Henriques, há um caminho processual na substituição dos responsáveis das delegações, e que esse percurso requer algum tempo. Entretanto, garante, “os pedidos das empresas para os mercados em causa continuam sempre a ser atendidos” pelos serviços da AICEP em Portugal, além do apoio dado pelas embaixadas no país em questão.

Partilhar