NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Governo dos Açores está a trabalhar no sentido de trazer mais companhias aéreas àquele arquipélago, quem o garante é Ana Cunha, secretária Regional dos Transportes.

A responsável, que falava esta sexta-feira, 5 de Julho, na Assembleia Legislativa, no debate de um projecto de resolução da autoria do CDS/PP, no sentido de operacionalizar o regresso da TAP às ligações aéreas entre Lisboa-Faial, Lisboa-Pico, sublinhou que o Governo açoriano “não se opõe e trabalha para que venham outras transportadoras aéreas”, que não apenas a TAP, acrescentando que “este trabalho não se destina apenas a estas duas ilhas, mas a qualquer gateway da região”.

 

“O trabalho não se poderá cingir à companhia aérea TAP, por diversas razões, nem que fosse para alargar o leque de possibilidades de conseguirmos mais companhias aéreas para estas gateways”, ressalvou ainda a mesma responsável.

 

Ana Cunha disse ainda que a “SATA não se opõe à celebração de quaisquer acordos com outras companhias, que permitam, no regime de Obrigações de Serviço Público (OSP), o incremento de oferta nessas gateways”, até porque, segundo a mesma, “não há qualquer direito exclusivo atribuído à Azores Airlines ou SATA Internacional”, indicando que, não só é permitida a possibilidade de subcontratação, como não há qualquer oposição a acordos de code-share ou interline para determinadas gateways.

 

“Isso significa que uma companhia que queira entrar agora poderá já usar o cumprimento das OSP por parte da SATA Internacional e incrementar essa oferta”, salientou.

Partilhar