NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A portuguesa Altri está na corrida para a compra da brasileira Lwarcel, num negócio que pode estar avaliado entre 370 milhões e 440 milhões de euros.

A portuguesa Altri está na corrida para a compra da brasileira Lwarcel, num negócio que pode estar avaliado entre 370 milhões e 440 milhões de euros.

 

A portuguesa Altri ALTR 0,37% está na corrida para a compra da brasileira Lwarcel, num negócio que pode estar avaliado entre 370 milhões e 440 milhões de euros.

 

De acordo com o Estadão (acesso livre), a indústria da celulose está ao rubro depois da fusão entre a Suzano e a Fibria, que deu origem à maior empresa do setor do mundo. Mas mais um negócio importante está próximo de ficar fechado, adianta o jornal brasileiro. O grupo Lwart está em negociações para vender a Lwarcel. E a portuguesa Altri, liderada por Paulo Fernandes, surge na corrida juntamente com a chilena Arauco e a asiática April. A transação deverá ficar concluída ainda na primeira metade do ano.

 

A Suzano, que era dada como favorita neste negócio, saiu de cena e são agora maiores as hipóteses de chilenos, asiáticos ou portugueses levarem a melhor. O Estadão diz que a espanhola Ence também estaria interessada.

 

A Lwarcel tem uma capacidade de produção de 250 mil toneladas, mas tem um plano de expansão para produzir mais de um milhão de toneladas. O projeto representará um investimento de 370 milhões de euros.

 

Para os analistas, a Lwarcel é vista como um dos últimos ativos relevantes para quem procura fazer expansão no mercado brasileiro.

 

As ações da Altri estão a cair 0,74% para 5,38 euros. A empresa portuguesa está avaliada em 1,11 mil milhões de euros a preços de mercado. Registou lucros de 96,1 milhões de euros em 2017, um aumento de quase 25% face ao ano anterior.

Partilhar