NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Uruguai implementou uma bem sucedida política energética 2005-2030, em resultado  da introdução das fontes de energia de biomassa, eólica e solar fotovoltaica as quais, em complemento da histórica energia hídrica, permitiram alcançar uma matriz de eletricidade que é atualmente 100 por cento renovável.

Adicionalmente, as entidades uruguaias estão empenhadas em começar a introduzir novas fontes de energia renovável e em aumentar a quota das renováveis no fornecimento de energia primária, em que 38 por cento ainda é de origem fóssil.  Em particular, os transportes representam 28% do consumo final de energia, 70% do petróleo importado e 64 por cento de emissões de CO2.

 

A fim de dar início a esta nova etapa, as entidades uruguaias desenvolveram um projeto piloto de produção de hidrogénio para veículos pesados de transporte, contemplando:

 

- produção de hidrogénio verde com base na eletricidade da rede e numa estação de abastecimento de hidrogénio em Montevideo;

- cerca de 10 veículos pesados (autocarros interurbanos gama 500 km/ camiões gama 900 km);

- autocarros que circulam em vias com muito trânsito num raio de 250 km do centro de Montevideo;

- camiões que circulam em vias com muito trânsito num raio de 450 km do centro de Montevideo;

- consumo de hidrogénio aprox. 6 ~9 kg H2 / 100 km;

- 10 veículos @ 1000 km/dia => 600~900 kg H2 / dia;

- consumo de electricidade anual 20 GWh (0,15 por cento da geração anual de 2018).

 

As autoridades uruguaias solicitaram-nos a divulgação desta informação, por forma a serem contactadas por empresas portuguesas interessadas em fornecer este tipo de camiões e autocarros.

 

Para mais informações, contactar Martin Scarone do Departamento de Energias Renováveis do MIEM (Ministério da Indústria, Energia e Mineração da República Oriental do Uruguai).

Email: Martin.Scarone@miem.gub.uy

Telefone: +59828401234 ext. 8807

Partilhar