NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Grupo Torrestir, que opera no mercado de prestação de serviços integrados de transporte de mercadorias, distribuição e logística, faturou 200 milhões de euros em 2018. No seguimento deste aumento, a Torrestir criou 200 novos postos de trabalho. Já para 2019 avança com um investimento de 45 milhões de euros o que irá permitir aumentar a sua capacidade operacional.

Segundo Fernando Torres, presidente do conselho de administração da Torrestir, os resultados verificados em 2018 devem-se ao crescimento das diversas áreas de negócio e, em grande parte, "à excelente performance dos mercados de Espanha, Alemanha e Moçambique", onde o grupo opera através das empresas Torrestir España, Torrestir Deutschland e Torrestir Moçambique.

 

Durante o ano passado, a Torrestir manteve um ritmo positivo ao nível dos investimentos, com enfoque na sua frota, tecnologias e abertura de novas plataformas. De salientar que a última abertura decorreu no quarto trimestre de 2018, com a abertura da plataforma de Matosinhos. Com um total de 60 mil m2, dos quais 10 mil m2 dedicados ao cross-docking, este investimento rondou os sete milhões de euros.

 

Para o ano corrente, o grupo Torrestir anuncia o investimento de um total de 45 milhões que inclui a implementação de um novo software de gestão, renovação da sua frota, abertura da nova sede em Braga e de novos armazéns.

 

Apostada na qualidade do serviço, a Torrestir vai investir 1,2 milhões de euros num novo software de gestão, desenvolvido à medida das necessidades do grupo e que visa automatizar os processos da distribuição e disponibilizar mais informação aos clientes.

 

Já em Braga, o grupo vai abrir a sua nova sede que representa um investimento de 10 milhões de euros. Com uma área de 100 mil m2, Fernando Torres explica que, para além do espaço de armazém, zona de escritórios e das oficinas, sete mil m2 são para cross-docking e 20 mil m2 destina-se ao serviço de logística.

 

Relativamente à renovação da frota, a Torrestir adquiriu este ano 90 tratores (45 da marca DAF e 45 da marca Renault), 111 Iveco Daily, de 3500 kg, e 80 camiões pesados, de 14 toneladas, num investimento de 16 milhões de euros. A frota da Torrestir é selecionada mediante critérios de inovação rigorosos que têm em conta a proteção do meio ambiente, a segurança rodoviária e o conforto do condutor. As viaturas são equipadas com os mais recentes equipamentos tecnológicos de comunicação e localização.

 

Em 2019, resultado do investimento constante da empresa, para além de outras apostas, o responsável avança ainda a informação sobre a abertura de um novo armazém no MARL, em Lisboa, com três mil m2 destinado à distribuição de produtos farmacêuticos e cinco mil m2 à logística de frio, num investimento total de cinco milhões de euros. Para a Torrespharma, distribuição de medicamentos, de salientar também o investimento em 50 semirreboques de frio (temperatura controlada), totalizando cinco milhões de euros.

 

Com 1.975 colaboradores, 14 plataformas de cross-docking (Distribuição), dois armazéns de logística integrada e 1.634 veículos próprios, o grupo bracarense oferece serviços ligados à exportação, importação, armazenagem e distribuição, proporcionando total controlo e informação sobre todo o processo de movimentação da mercadoria aos seus clientes.

Os serviços da Torrestir estão divididos em seis áreas: Transporte Internacional; Transitário; Logística; Distribuição Nacional; Courier Internacional; Distribuição Farmacêutica; Transportes Especiais.

Partilhar