NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Protocolo assinado pelo Vice-presidente do GR e pelo presidente da Agência nacional visa, também, ajudar a trazer investimento externo para a Região.

Doze anos após ter sido criada a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) finalmente é oficializada uma relação de cooperação com a Região Autónoma da Madeira, ainda que ao longo do tempo esta tenha vindo a apoiar algumas iniciativas de promoção da economia regional no estrangeiro, bem como dado apoio a empresas madeirenses que quisessem entrar em determinados mercados ou empresas que projectaram investir na Região.

 

Ora é precisamente nesses dois âmbitos que o protocolo de cooperação assinado esta manhã no salão nobre do Governo Regional, no Funchal, vem permitir assegurar que este apoio seja incrementado, numa altura em que a Madeira apresenta indicadores económicos relevantes, nomeadamente com um saldo da balança comercial que tem sido consecutivamente favorável (mais exportações do que importações).

 

Pedro Calado, Vice-presidente do GR, e Luís Castro Henriques, presidente da AICEP, afinaram pela mesma perspectiva de que este protocolo vai “fomentar o investimento externo” e “aumentar as exportações das empresas”, garantindo que a Madeira continuará a ser um activo importante na transformação que tem sido a economia nacional. Há 10 anos, o contributo das exportações para o PIB (Produto Interno Bruto) português era inferior a 10%. Hoje está quase nos 45%.

 

Pedro Calado salientou que apesar de ser “um protocolo simples e pouco mediático” é “muito importante” para as empresas madeirenses e para a economia regional, pois permitirá não só levar para fora o que se faz cá dentro, como abrirá perspectivas de que mais empresários escolham a Madeira para investir, uma terra que tem segurança, estabilidade económica e bom clima. “Este protocolo vem na melhor altura”, acredita o governante, atirando que espera que o mesmo se materialize rapidamente em projectos e acções.

Partilhar