NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A iniciativa do Hospital Particular do Algarve no Alvor tem um caráter inovador por conjugar hotelaria com saúde. O investimento é de €17 milhões.

Um hotel de luxo com serviços clínicos, eis o novo formato lançado no Alvor pelo grupo HPA - Hospital Particular do Algarve.

Uma simbiose entre os mundos da hotelaria, estética e saúde, conjugando férias com soluções de relaxamento e regeneração. E conta com a vantagem adicional do hotel ficar ao lado do hospital do grupo no Alvor. O investimento é de 17 milhões de euros.

 

Nova marca do turismo de saúde

 

É a estreia da marca Longevity Health & Wellness Hotel que resulta de uma parceria do HPA com a Longevity Wellness Worldwid e reforça a vocação do Algarve como destino de turismo de saúde e bem-estar.

 

Este tipo de solução já foi "testada em alguns projetos na Europa, mas tem um caráter inédito no mercado português", refere ao Expresso Luís Miguel Farinha, administrador do grupo HPA.

 

O novo conceito dirige-se em especial aos mercado árabe, russo e do norte da Europa, os mais sensíveis a este modelo e turismo de saúde. assente no tratamento personalizado e preventivo, na monitorização da condição física e em terapias de anti-envelhecimento.

 

A intenção do grupo de hospitalização privada é a partir do Alvor criar uma rede da marca, replicando o modelo, por exemplo, na Madeira. Mas, um plano de expansão " só depois da avaliação do desempenho desta primeira experiência", diz Luis Miguel Farinha.

 

O hotel acolhe 70 quartos, distribuídos por quatro pisos acima do solo (área total de construção é 7500 m2) e foi adjudicado à construtora Gabriel Couto, de Famalicão.

 

Além da área de cuidados e tratamentos médicos com 1500 metros quadrados, incluindo um SPA, a unidade conta uma sala multiusos, restaurantes e uma piscina no último piso com vista para a baía do Alvor. O grupo HPA conta ter a unidade e funcionamento antes da época de verão de 2019.

 

Este é o primeiro investimento na área do alojamento do HPA, um grupo que gere nove clínicas, tem hospitais em funcionamento no Alvor, Portimão e Faro e agrega um núcleo de empresários liderado pelo médico algarvio João Bacalhau.

 

Hospitais na Madeira e Açores

 

Na Madeira e Açores, o grupo HPA associado a investidores locais, promove os dois primeiros hospitais privados nas duas regiões autónomas, A lógica incorpora também uma visão ligada ao turismo de saúde e à adesão das comunidades madeirenses e açorianos espalhadas pelo mundo. O investimento global supera os 60 milhões de euros – o hospital da Madeira custa 35 milhões de euros.

 

No Funchal, a unidade terá perto de 100 camas camas, contará com serviços e especialidades idênticas ás que existem nos hospitais HPA do Alvor e Gambelas (Faro) e tem abertura anunciada para o próximo verão.

 

O projeto do Hospital Internacional dos Açores, na ilha de São Miguel, está mais atrasado. As obras ainda não se iniciaram e deve ser inaugurado no fim de 2019. O projeto beneficia da cedência do terreno por parte do município da Lagoa. O hospital cobrirá as principais áreas de cuidados de saúde e especialidades clínicas.

Partilhar