NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O lucro atribuível aos proprietários da Fosun International Limited no que toca ao segmento financeiro registou um aumento de 13%, principalmente devido ao BCP, que registou um crescimento anual de 62%, registando um resultado líquido de 301 milhões de euros.

A Fosun, que é a maior acionista do BCP com 27,06% , registou em 2018 um lucro líquido de 13,4 mil milhões de RMB (moeda chinesa yuan), o que equivale a 1,76 mil milhões de euros. Trata-se de um aumento dos lucros pelo sétimo ano consecutivo para um novo recorde.

 

A Fosun International Limited e as subsidiárias anunciaram os resultados financeiros para o exercício findo em 31 de dezembro de 2018. Na apresentação Guo Guangchang, Presidente da Fosun International começou por anunciar que “em 2018, a Fosun registou o seu melhor ano de sempre, com receitas de 109,4 mil milhões de RMB [13,15 mil milhões de euros]”.

 

A receita da Fosun aumentou num ano 24%. O conglomerado chinês disse que foram as subsidiárias da saúde e as plataformas de “happiness” que cresceram substancialmente, o que ajudou a este aumento de receita, e representa agora mais de 67% da receita total, com um aumento de 29% e 73% ano a ano, respectivamente.

 

A Fosun Pharma foi a principal contribuinte de receita no ecossistema de saúde, sendo a Yuyuan e Atlantis Sanya os principais contribuintes de receita no ecossistema da felicidade (Happiness). “Excluindo o impacto pontual da venda da companhia de seguros norte-americana Ironshore em 2017, o segmento de seguros teria visto um aumento de receita de 3%. No segmento financeiro, a receita aumentou 35%, principalmente atribuível à expansão do negócio do banco privado alemão Hauck & Aufhäuser Privatbankiers AG (H & A)”, explica a Fosun.

 

O lucro atribuível aos proprietários da empresa-mãe no segmento financeiro registou um aumento de 13%, principalmente devido ao BCP, que registou um crescimento anual de 62%, registando um resultado líquido de 301 milhões de euros.

 

Nos ecossistemas de saúde e happiness, o lucro atribuível aos acionistas da holding aumentou 14% e 21% ano a ano, respectivamente. As contribuições líquidas de lucro das principais operações também aumentaram, “como a recuperação bem-sucedida do Fosun Tourism Group, registando 389 milhões de RMB (51,2 milhões de euros) e a plataforma Yuyuan excedendo os 3 mil milhões de yuan (RMB), ou 390 milhões de euros”, diz o grupo.

 

“Apesar da volatilidade dos mercados de capitais globais em 2018, a estratégia diversificada e resiliente da Fosun permitiu o crescimento em quase todos os seus ecossistemas. Com o nosso ano recorde e com a forte posição financeira, tenho o prazer de anunciar que o Conselho recomendou um aumento de 6% em nosso dividendo para 0,37 dólares de Hong Kong por ação [0,041 euros”, disse ainda.

 

O presidente da Fosun disse ainda que “desde a sua fundação há 27 anos, a Fosun desenvolveu uma estratégia bimotor de Operações Industriais + Investimento Industrial. Alavancando a nossa competência global em tecnologia e inovação, que permitiu que as empresas do nosso portfólio melhorassem as suas próprias operações e a capacidades de investimento”.

 

O grupo chinês Fosun converteu-se num “ecossistema verdadeiramente global com ativos totais no valor de 638,9 mil milhões de RMB (84 mil milhões de euros) em 31 de dezembro de 2018”. O lucro atribuível aos donos da empresa cresceu nos últimos 10 a uma taxa anual composta (CAGR ) de 26%, diz a empresa em comunicado.

 

“Em 2018, investimos mais de 28,5 mil milhões de RMB [3,74 mil milhões de euos] em mais de 70 novos projetos, com quase metade no exterior. Alguns dos nossos investimentos notáveis ​​incluem a Baihe Jiayuan, a Wolford, a Lanvin, a St Hubert, a Tsingtao Brewery e a FFT na Alemanha”, diz na nota Guo Guangchang.

 

“Concluímos várias transações importantes no mercado de capitais em 2018. Isso incluiu a injeção de 22,4 mil milhões de RMB 2,94 mil milhões de euros) de ativos na nossa plataforma Yuyuan que está cotada na bolsa de Shanghai o IPO da Fosun Tourism Group e da Babytree na Bolsa de Hong Kong. Estas transações marcam uma completa evolução operacional e de investimento, a partir da capacidade da Fosun de investir, operar e criar novas plataformas de puro entretenimento cotadas em bolsa”, disse o presidente da Fosun.

 

“O IPO bem sucedido do Fosun Tourism Group2 em dezembro de 2018 é também um excelente exemplo da estratégia bi-motora do Fosun”, adiantou p presidente da Fosun. “Desde o nosso primeiro investimento no Club Med em 2010, na sua privatização em 2015 e atingimos aí o breakeven em 2016, até ao lançamento bem-sucedido do Atlantis Sanya em abril de 2018, o IPO do Fosun Tourism Group define o caminho para muitas outras plataformas Fosun replicarem, como é o caso dos nossos grupos de moda, desporto e inovação”, adiantou.

 

“Olhando para o futuro, estou confiante de que a nossa estratégia bi-motora de Operações Industriais + Investimento Industrial
continuará a fornecer produtos e serviços premium para os nossos clientes particulares e continuará a impulsionar o retorno de longo prazo para os acionistas”, concluiu.

 

No final de 2018, a relação dívida total/ capital total do Grupo permaneceu saudável em 53,7%, diz o comunicado. A proporção da dívida de curto prazo de 1 ano foi reduzida para 36,4% e o custo médio geral da dívida do Grupo foi de 4,97%. Em janeiro de 2018, a Moody´s reconheceu as melhorias financeiras da Fosun ao elevar o seu rating para Ba2 Stable em reconhecimento do portfólio de investimentos amplo e diversificado do Grupo, do histórico de investimento comprovado e da maior participação de títulos negociáveis, lê-se na nota.

 

O Valor Patrimonial Líquido Ajustado (NAV em inglês) por ação em 31 de dezembro de 2018 era de 24,84 dólares de Hong Kong.

 

A Fosun tem 85% da Fidelidade (os outros 15% são da CGD) e a totalidade da Luz Saúde e indiretamente uma participação na REN.

Partilhar