NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A SOFID fechou uma operação de financiamento à Construções Gabriel A.S. Couto, cujo objetivo é o apoio aos investimentos realizados em Moçambique, tendo em vista o desenvolvimento da atividade desta nos próximos anos.

Esta operação tem como ponto de partida o projeto para a instalação de processamento de gás natural na península de Afungi, situada na costa nordeste de Moçambique, realizado pela Anadarko, Moçambique Área 1, Limitada. No âmbito deste projeto, a Construções Gabriel A.S. Couto está a proceder à construção de um novo aeródromo em regime de conceção/construção localizado na cidade de Palma, no distrito de Cabo Delgado. O aeródromo serve como principal meio de transporte de passageiros de e para a região, apoiando a instalação das empresas naquela zona.

 

Através do seu investimento, estima-se que só a Construções Gabriel Couto A.S. Couto mobilize mais de 400 trabalhadores locais para as suas obras, aos quais se acrescentam postos de trabalho indireto relacionados com a subcontratação de serviços, sobretudo com a operacionalização do aeródromo e de todas as infraestruturas relacionadas. Paralelamente, por via de diversas ações sociais previstas pela empresa, prevê-se a melhoria das condições de vida das comunidades locais.

 

A realização deste projeto de exploração de gás natural da Área 1, em conjunto com as restantes áreas previstas, deve posicionar Moçambique como o terceiro maior produtor mundial de gás natural.

 

No que se refere em particular ao projeto a desenvolver para a Anadarko, o mesmo contempla um conjunto de procedimentos muito rigorosos no que diz respeito ao impacto ambiental, promovendo políticas de gestão de resíduos, limpeza de vegetação, conservação e preservação da terra vegetal, gestão de águas residuais, gestão do consumo da água, entre outros.

 

Desta forma, a SOFID solidifica o seu compromisso na promoção do investimento privado com impacto nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, contribuindo através do seu financiamento para o desenvolvimento social, a sustentabilidade ambiental e o crescimento económico com impacto dos países em desenvolvimento.

Partilhar