NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Em Julho, os turistas residentes em França que nos visitaram despenderam um montante de 173,25 milhões de euros, o que equivaleu a 22% do total de receitas turísticas portuguesas neste mês.

A França tornou-se assim, naquele mês, o principal país emissor de turistas para Portugal. O País de Voltaire ultrapassou naquele mês o Reino Unido, tradicional e principal país emissor do nosso Turismo.

 

Segundo informação recolhida pelo PressTUR, os gastos de turistas residentes em França baixou este Julho 40,4% (ou 117,29 milhões) relativamente ao mês homólogo de 2019, enquanto no caso dos residentes no Reino Unido a quebra foi de 74,2% (302,8 milhões de euros).

 

E assim, não só França subiu a primeiro emissor para Portugal, como também Espanha ultrapassou o Reino Unido, com os seus residentes a contribuírem com 115,42 milhões de euros para as receitas turísticas portuguesas.

 

Espanha foi a origem de 14,7% das receitas turísticas portuguesas em Julho, à frente do Reino Unido, com 13,4%, e Alemanha, com 12,3%, cujos residentes despenderam 96,97 milhões de euros em Portugal.

 

Depois de França, Espanha, Reino Unido e Alemanha, os maiores emissores para Portugal este Julho foram a Suíça, com 46,82 milhões de euros, Países Baixos, com 41,63 milhões, Bélgica, com 35,65 milhões, e Irlanda, com 23,61 milhões.

Partilhar