NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Expo’s Global Best Practice Programme “Small Steps, Big Leaps” procura apoiar e dar visibilidade a projetos e iniciativas que constituam boas práticas em matéria de sustentabilidade e que possam ser adaptadas, replicadas ou escaladas de modo a conferir-lhes impacto global. O Programa traduz uma abordagem mais localizada aos, sempre globais, Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (Sustainable Development Goals).

As boas práticas assentam em projetos que respondam com soluções concretas e bem-sucedidas aos grandes desafios mundiais e que, como fim último, contribuam para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. As boas práticas podem ter sido desenvolvidas por países (representados pelos respetivos governos), organismos e associações públicas, organizações internacionais, empresas, universidades e outras instituições de ensino, parcerias público-privadas, comunidades ou empreendedores, idealmente numa relação de parceria e colaboração entre múltiplos atores da cadeia de valor (setor público, privado e ou social).

 

O Programa – e nomeadamente esta “Call for Best Practices for a Better 2030” – procura projetos que traduzam exemplos de boas práticas em 5 áreas temáticas:

 

i)  Resilient habitats;

ii)  Livelihoods and enterprise development;

iii)  Social development (health +⁄or education);

iv)   Water, food and energy security;

v)     Inclusive and sustainable service delivery.

 

Para além da sua relação com uma das referidas 5 áreas temáticas, os projetos terão de tocar num dos 3 temas transversais e num dos 2 facilitadores do desenvolvimento:

 

Temas transversais:

1.       Gender equality;

2.       Climate change and disaster risk;

3.       Good governance and strong institutions

 

Facilitadores do desenvolvimento:

1.       Innovation and technology for good

2.       Access to finance

 

Complementarmente, os projetos terão de tocar em mais do que um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (Sustainable Development Goals, tal como definidos e descritos pela Organização das Nações Unidas – www.un.org/sustainabledevelopment/sustainable-development-goals).

 

As candidaturas deverão ainda responder às seguintes questões:

 

·         Collaboration – de que forma o projeto é o resultado de relações de parceria efetiva entre múltiplos atores da cadeia de valor (sector público, privado e ou social);

·         Creativity – de que forma a iniciativa poderá ser comunicada criativa e eficazmente aos visitantes através de arte, filme, storytelling, música, dança, artes culinárias, etc.

·         Sustainable impact – de que forma o projeto demonstra impactos sustentáveis ​​e tangíveis nas dimensões sociais, económicas e ambientais

·         Transference/scalability – de que forma o projeto pode ser adaptado, replicado ou escalado em outros locais

 

A submissão de candidaturas ao Programa deve ser feita no sítio www.expo2020dubai.com/en/programmes/best-practice-programme, através do preenchimento online de um formulário.

 

A data limite de submissão das candidaturas é o dia 30 de maio de 2019 (até às 23h59  dos Emirados Árabes Unidos - hora local).

 

Uma apresentação mais completa do Programa, nomeadamente quanto à descrição das áreas temáticas, submissão das candidaturas, critérios de elegibilidade, admissão, seleção e avaliação final, bem como sobre as várias formas de distinção e reconhecimento dos projetos, pode ser encontrada no Submission Brief disponível no referido sítio da Expo2020Dubai, sendo igualmente recomendável a leitura dos termos e condições do Programa, também aí disponível.

Partilhar