NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O novo ponto permitirá disponibilizar conteúdos como aplicações, dados e vídeo a clientes finais com latência mais reduzida, refere a Amazon Web Services.

A multinacional norte-americana Amazon anunciou que vai investir num novo Amazon CloudFront Edge em Portugal, um ponto de presença incluído na estrutura global de “cloud” (armazenamento e gestão remota de dados) que permitirá a oferta de conteúdos como aplicações, dados e vídeo a clientes finais, com maior velocidade e segurança.

 

O investimento da Amazon Web Services (AWS) num Amazon CloudFront Edge, localizado em Lisboa, deverá estar operacional ainda durante 2019, segundo o comunicado divulgado esta quarta-feira, 31 de julho. Lisboa junta-se assim aos 176 locais em todo o mundo onde já existem infra-estruturas de nuvem semelhantes, que cobre 69 cidades em 30 países.

 

“A expansão da Amazon CloudFront para Portugal melhora ainda mais a disponibilidade e desempenho para os utilizadores finais, proporcionando uma redução em 60% da latência para entrega dos seus conteúdos aos clientes no País,” refere a nota da empresa.

 

A companhia refere que o investimento (cujo valor não é divulgado) vai permitir melhorar o uso de aplicações web em domínios como o comércio eletrónico, educação, entretenimento, jogos, saúde, banca móvel e serviços públicos.

 

Em Portugal, empresas como a Impresa, Miniclip e Uniplaces já usam a solução. O 11, canal de televisão da Federação Portuguesa de Futebol (cujas emissões começam esta quinta-feira), e a Câmara Municipal de Cascais (nomeadamente para o serviço Cascaisjovem.pt) também serão clientes.

 

A Amazon Web Services abriu o seu escritório em Portugal em setembro de 2018.

Partilhar