NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A quinta do Dão foi a única em Portugal a receber esta distinção, tendo ainda ganho uma medalha Grande Ouro e três medalhas de Ouro com os seus vinhos.

A Quinta de Lemos, no Dão, foi uma das grandes vencedoras do prestigiado Concurso Mundial de Bruxelas 2020, com a distinção de "Prémio Revelação" por Portugal - um galardão atribuído a um único produtor por país. Quatro dos vinhos elaborados por Hugo Chaves, enólogo da Quinta de Lemos desde a fundação, foram igualmente premiados: o Touriga Nacional 2010 recebeu a Medalha "Grande Ouro", a mais elevada, e os vinhos Dona Georgina 2013, Dona Georgina 2010 e Touriga Nacional 2013 receberam a Medalha de Ouro.

Para Hugo Chaves, enólogo da Quinta de Lemos, “receber estes prémios por parte deste concurso, um dos mais prestigiados a nível mundial, é uma prova da consistência da qualidade dos nossos vinhos – e como tal, muito bem-vinda”, afirmou.

O Concurso Mundial de Bruxelas decorreu entre 4 e 6 setembro em Brno, na República Checa, tendo sido provados 8500 vinhos de 46 países produtores. A 27ª edição do Concurso Mundial de Bruxela todos os anos procura distinguir os melhores vinhos de todos os continentes, dentro de uma variada gama de preços, para melhor servir o consumidor. A prova é cega, e nem a pandemia de Covid-19  impediu os provadores, um painel de profissionais, líderes de opinião e atores da economia mundial do vinho. Esta é uma grande distinção pra a Quinta de Lemos, para o Dão e para Portugal.

 

Encontra os resultados do concurso aqui

 

Sobre os vinhos Quinta de Lemos

 

Os vinhos Quinta de Lemos reflectem as características do Dão elevadas ao seu expoente máximo. Símbolo da nova geração de produtores desta região, apresenta vinhos aspiracionais que começaram com o sonho de Celso de Lemos de criar um vinho excepcional, em meados da década de 1990, quando adquiriu a quinta. O enólogo Hugo Chaves juntou-se ao projecto desde a génese.

 

Desde que o primeiro vinho foi lançado no mercado em 2010, a qualidade dos vinhos Quinta de Lemos tem sido alvo das principais distinções a nível nacional e internacional. Robert Parker, o crítico da área mais reconhecido internacionalmente, pontuou dois vinhos da colheita de 2011 da Quinta de Lemos, o Dona Georgina e o Touriga Nacional, com 94 pontos, feito que poucos produtores no mundo se podem orgulhar. Por outro lado, a Quinta de Lemos é um dos únicos produtores que todos os anos cria vinhos monovarietais, que exibem as características individuais de quatro castas autóctones da região (Alfrocheiro, Jaen, Touriga Nacional e Tinta Roriz), trabalhando-as de forma especial. Apenas 25% das uvas retiradas das vinhas são utilizadas para a produção de todos os vinhos, que respeitam os padrões de alta qualidade requeridos pela família de Lemos. Além dos vinhos monocasta, a marca produz todos os anos blends, elaborados a partir de castas autóctones da região, que homenageiam as figuras femininas da família (Dona Georgina, Dona Santana, Dona Louise, Dona Paulette, Geraldine, Nélita).

 

Imagens aqui 

Para mais informações, por favor, contactar:

Katya Delimbeuf – katya.delimbeuf@chefsagency.net  91 835 63 07

Patrícia Dias – patricia.dias@chefsagency.net – 913 0456 722

Partilhar