NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

De acordo com a Mind Source, a prática de teletrabalho, como forma presente e futura de trabalho, exige empresas mais digitais mantendo e elevando os níveis de produtividade das equipas e da empresa.

A empresa especializada em projectos de Consultoria de Tecnologias de Informação e Processos de Negócio defende que é importante, que as organizações saibam gerir os processos de mudança cultural para conseguirem implementar com sucesso as suas estratégias de transformação digital, nomeadamente das alterações que os processos de trabalho trazem e que, hoje, a situação vivida acelera.

 

A pandemia de COVID-19 foi o acelerador que obriga a esta evolução no trabalho, mais imediata e urgente. Neste actual contexto, o principal foco das empresas deverá ser manter a segurança e o bem-estar dos seus colaboradores, alinhados com as necessidades dos clientes e parceiros.

 

Contudo, a Mind Source realça que diferentes empresas, de diferentes sectores vão ter dificuldades distintas, de acordo com a natureza das funções dos colaboradores. A falta de acesso a documentos, aplicações ou ferramentas de trabalho, bem como a ausência de equipamentos adequados ao desempenho da função, vai impedir o colaborador de continuar a produzir e vai ter um grande impacto na continuidade da actividade.

 

Por isso, para a empresa, um dos pontos chave do sucesso é o Guia de Teletrabalho, um manual que defina procedimentos, questões de segurança cruciais para a segurança também dos negócios na cloud, e procedimentos a nível formativo e de integração. As palavras de ordem para um teletrabalho bem-sucedido são rotina e responsabilidade. E o Guia de Teletrabalho que deve existir nas empresas deverá ter regras bem definidas a serem seguidas por todos de forma a ser eficaz.

 

A passagem de conhecimento e a distribuição de tarefas são dois temas importantes que não devem ser descurados, para garantir o sucesso das empresas, hoje também possível de ser garantida através de aplicações de comunicação e colaboração.

 

Rui Reis, director Executivo da Mind Source, destaca: «A Mind Source tem vindo a preparar-se para abraçar a tendência do teletrabalho e nos últimos anos tornámo-nos cada vez mais digitais e remotos. Todas as nossas aplicações internas já se encontram na cloud há alguns anos, os sistemas de cibersegurança activos e verificados e desta forma conseguimos assegurar o acesso a toda a documentação de forma totalmente segura e em qualquer lado. Estão também instituídas ferramentas que promovem o trabalho colaborativo à distância. De uma forma geral, quanto mais digital a empresa for, melhor preparada está para responder a esta realidade de forma mais imediata.»

Partilhar