NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A instituição liderada por Carlos Costa reduziu em uma décima a previsão de crescimento para Portugal este ano. Pressão sobre Governo sobe a menos de um mês do Programa de Estabilidade.

O Banco de Portugal juntou-se às restantes instituições no corte da previsão de crescimento para 2019 para a economia portuguesa, reduzindo-a em uma décima para 1,7%, igualando a projeção da Comissão Europeia, Portugal cresce mais que a Zona Euro, mas os progressos de convergência são “ligeiros”, avisa a instituição liderada por Carlos Costa.

 

Mais aqui

Partilhar