NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Apesar da desaceleração da economia angolana, que reduziu o ambiente de negócios entre Angola e Portugal e levou a um ligeiro abrandamento do tráfego de passageiros entre os dois países, o presidente da Comissão Executiva da TAAG, Rui Carreira declarou ao turisver.com que “Portugal é a nossa melhor rota”.

O presidente da Comissão Executiva da TAAG referiu ainda que “esta é  uma rota que é boa o ano todo, muito saudável e que vence a característica da sazonalidade, tanto mais que quando chega a época de picos somos obrigados a fazer voos extra”.

 

Durante o ano de 2017, a transportadora aérea angolana transportou 1,4 milhões de passageiros nesta rota, com um crescimento de 15% face ao ano anterior, disse o executivo em entrevista que será desenvolvida na próxima edição da revista Turisver, acrescentando que as estimativas para este ano apontam para um aumento de 5%. A companhia aérea faz duas ligações diárias directas entre Luanda e Lisboa e serve o Porto três vezes por semana. Em relação às ligações do Porto, Rui Carreira indicou que, apesar de ser recente, “é uma rota muito boa, tem números bons, mas não vemos, para já, a necessidade de aumentar nem de reduzir o número de voos”.

 

A TAAG, que acaba de passar por uma reestruturação e nomeação de um novo conselho de administração pretende, de acordo com o seu presidente “ser a companhia aérea número um na África subsariana, que Luanda seja o hub da companhia, queremos oferecer um serviço de excelência ao cliente, promover a segurança e ser financeiramente rentável”.

Partilhar