NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Entre as funcionalidades que atraem os portugueses estão a abertura de contas em poucos minutos ou até segundos, as transferências internacionais gratuitas, as trocas cambiais a taxas mais baixas, pagamentos instantâneos, etc.

Os bancos digitais, como o Revolut, o Lydia, o Monese e o N26, já têm mais de 150 mil clientes em Portugal, de acordo com os dados recolhidos pelo “Jornal de Negócios” e divulgados na edição desta segunda-feira.

 

Entre as funcionalidades que atraem os portugueses estão a abertura de contas em poucos minutos ou até segundos, as transferências internacionais gratuitas, as trocas cambiais a taxas mais baixas, pagamentos instantâneos, etc.

 

As fintech em causa referiram ao diário de economia que pretendem continuar a aumentar o leque de serviços disponíveis, como o crédito e a negociação de títulos. “Simplicidade, funcionalidade e baixo custo” são as três características principais que as unem, segundo o economista da IMF Filipe Garcia.

Partilhar