NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O desempenho do sector turístico em Portugal no ano que passou permitiu ao país subir duas posições no ranking dos destinos turísticos do mundo de acordo com a edição de Julho do Barómetro da Organização Mundial do Turismo.

No Barómetro divulgado esta sexta-feira, 31 de Julho, pela Organização Mundial do Turismo, Portugal subiu duas posições no ranking global de chegadas de turistas internacionais, posicionando-se, em 2019, como o 15.º destino turístico mundial, num documento que pode ser consultado aqui: https://www.e-unwto.org/toc/wtobarometereng/18/4.

 

Numa nota enviada pela Secretaria de Estado do Turismo, recorda-se que, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes a 2019, Portugal recebeu 24,6 milhões de turistas internacionais, + 7,9% que no ano anterior, depois de em 2018 este indicador ter tido uma evolução homóloga positiva de 7,5%.

 

Também em 2019, e de acordo com os mesmos dados, Espanha manteve-se como o principal mercado emissor de turistas para Portugal (6,3 milhões de turistas, correspondendo a 25,5% do total), seguido do Reino Unido, França e Alemanha.

 

“Com este desempenho, Portugal ganhou quota de mercado em termos mundiais, crescendo bastante acima da média mundial (+3,6%) e europeia (+4,0%), bem como na região da Europa do Sul e Mediterrâneo (+5,4%). Entre os 20 principais destinos turísticos mundiais, Portugal foi o terceiro que mais cresceu em termos relativos”, destaca a nota da Secretaria de Estado do Turismo.

 

Também no que toca às receitas do turismo internacional, os resultados foram muito positivos, com Portugal a registar 18,4 mil milhões de euros em 2019 (+8,1% face a 2018), mantendo a 20.ª posição em termos internacionais.

 

Para a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, “estes resultados comprovam o sucesso da Estratégia Turismo 2027 (ET27), reafirmando a competitividade do turismo nacional, que o 12.º lugar no Índice de Competitividade do Fórum Económico Mundial em 2019 também confirmou”.

 

Por outro lado, continua a governante, “os dados demonstram igualmente a tendência de crescimento em valor (crescimento dos gastos superior ao crescimento da procura) e uma diversificação dos mercados, com redução de 1,6 p.p. do peso dos 5 principais mercados emissores para Portugal”.

 

Rita Marques assegura ainda que “queremos regressar a esta rota de crescimento e continuamos a convidar todos os portugueses visitarem Portugal e (re)descobrirem o melhor destino do mundo”.

Partilhar