NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Parlamento Europeu acaba de aprovar o acordo que assegura que os vinhos do Alentejo e dezenas de produtos com indicação geográfica estejam protegidos na China contra imitações e uso indevido do nome do produto.

O acordo, assinado em setembro deste ano entre a União Europeia (UE) e a China, foi agora aprovados com 645 votos a favor, 22 contra e 18 abstenções, adianta fonte oficial do Parlamento Europeu, citada pelo Correio Alentejo. Por sua vez, com este mesmo acordo, “uma centena de produtos chineses usufruirá também de igual proteção no espaço europeu”.

 

De acordo com a mesma fonte, os eurodeputados aprovaram ainda a extensão do acordo para que este possa abranger 175 produtos europeus e chineses nos próximos quatro anos.

 

O Parlamento Europeu defende que este acordo é um “importante exercício de construção de confiança” durante as negociações que ainda decorrem entre a UE e a China com vista a um acordo de investimento bilateral.

 

Ao mesmo tempo, o Parlamento Europeu expressa os seus receios “acerca das práticas de distorção de mercado empregues pelas empresas estatais chinesas, das transferências forçadas de tecnologia e de outras práticas comerciais injustas”, manifestando igualmente a sua preocupação “face aos relatos de exploração e detenção de uigures em fábricas na China”.

Partilhar