NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Negócio segurador em Portugal representa mais de 10% do total das receitas da Fosun e ajudou o conglomerado chinês a obter lucros de 1,9 mil milhões de euros em 2019.

Os lucros do grupo chinês Fosun subiram 10% para 14,8 mil milhões de yuan (cerca de 1,9 milhões de euros) em 2019, com o negócio segurador do conglomerado em Portugal a contribuir decisivamente para os resultados do ano passado.

 

Em Portugal, a Fosun detém a seguradora Fidelidade, sendo ainda o dono do grupo de hospitais Luz Saúde e o maior acionista (27,25%) do banco BCP.

 

A Fosun registou receitas recorde no ano passado, atingindo 142 mil milhões de yuan (aproximadamente 18,4 mil milhões de euros), um aumento de 31% face ao anterior. Do volume de negócios registado em 2019, 55% foi faturado na China continental, enquanto os outros 45% tiveram origem nos negócios fora de portas.

 

O grupo chinês indica que as receitas das cinco principais companhias industriais representaram mais de 80% do total. Entre essas companhias está a seguradora portuguesa Fidelidade, que representou 13% das receitas da Fosun no ano passado, um resultado que foi impulsionado pela aquisição de uma companhia de seguros chilena, a La Positiva. A Fosun Insurance Portugal teve receitas de mais de quatro mil milhões de euros, destaca o grupo chinês.

 

A Fosun divide os seus negócios em três áreas: Saúde (Health), Felicidade (Happiness) e Fortuna (Wealth) — este último segmento integra os negócios de Seguros, Finanças e Investimento.

 

Em relação ao negócio de Saúde, os lucros aumentaram 5% para 1.561,4 milhões de yuan (201 milhões de euros). O negócio de Felicidade gerou um lucro de 2.826,7 milhões de yuan (364 milhões de euros), um acréscimo de 24% face ao mesmo período do ano passado, à boleia do bom desempenho na área do turismo.

 

Mas é o negócio Fortuna que continua a ser a principal fonte de ganhos: os lucros subiram 8% para 10.412,8 milhões de yuan (1,3 mil milhões de euros).

 

Dentro do segmento Fortuna, o subsetor Segurador registou lucros de 2.606,8 milhões de yuan (335,9 milhões de euros), enquanto os subsetores de Finanças e de Investimentos tiveram lucros de 1.501 milhões de yuan (193,4 milhões de euros) e 6.305 milhões de yuan (812,3 milhões de euros), respetivamente.

 

No subsetor Finanças, a Fosun conta com, entre outros investimentos, uma participação de mais de 27% no BCP. O banco português registou lucros de 302 milhões de euros em 2019 mas já anunciou que não vai distribuir dividendos pelos acionistas.

Partilhar