NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Cadeia do grupo Kingfisher arranca com área de ecommerce assegurando entregas em todo no país, exceto ilhas, onde tem três lojas.

Há cerca de dois anos a Kingfisher, o grupo dono da cadeia Brico Dépôt anunciou a intenção de sair do mercado nacional. Agora o grupo acaba de anunciar a abertura da sua loja online e a distribuição para Portugal continental. Quer "definitivamente" ficar em Portugal. "É um mercado atrativo para nós e pretendemos continuar a melhorar a nossa oferta ao cliente português", garante Mike Foulds, CEO de Brico Dépôt Iberia, ao Dinheiro Vivo. Em Portugal o grupo tem três lojas - Loures, Sintra e Vila Nova de Gaia - e dá emprego a cerca de 200 colaboradores.

 

A intenção revela uma reviravolta em relação ao anuncio feito em novembro de 2018. O estava de saída de Portugal, Espanha e Rússia. "Estamos a operar num ambiente de retalho difícil. Enfrentamos desafios e estamos a endereçá-los", disse na época Véronique Laury, CEO da Kingfisher, citada pelo Guardian. Sair dos mercados português, espanhol e russo irá permitir ao grupo "aplicar a nossa estratégia com maior foco e eficiência nos nossos principais mercados onde temos, ou podemos alcançar, liderança de mercado". Na época, segundo noticiou o Guardian, o mercado português tinha gerado perdas a rondar os 2 milhões de libras, anulando lucros de 2 milhões de libras em Espanha. De acordo com o Guardian, as lojas continuariam a operar enquanto o grupo procura potenciais compradores.

 

Agora, "o objetivo da Brico Dépôt é apostar a longo prazo em Portugal", garante Mike Foulds, CEO de Brico Dépôt Iberia.

 

O grupo mudou sua estratégia?

 

Não mudou, a estratégia da Brico Dépôt evoluiu para se adaptar ao mercado e continuar ao lado de um consumidor em constante evolução. Neste sentido, tanto a abertura do E-commerce como o próximo lançamento da APP refletem o interesse da Brico Dépôt em estar ao lado dos clientes profissionais e particulares, oferecendo-lhes sempre produtos com a melhor qualidade-preço de uma forma mais acessível e confortável: compre na loja, compre na loja pela app sem estar na fila, compre online com recolha na loja, ou entrega em casa ou no local.

 

A Brico Dépôt pretende permanecer em Portugal?

 

Definitivamente. É um mercado atrativo para nós e pretendemos continuar a melhorar a nossa oferta ao cliente português.

 

Que razões motivaram esta decisão? Falta de compradores para as lojas?

 

O oposto. O objetivo é oferecer aos profissionais e amantes da bricolagem que vivem ou trabalham longe dos três pontos de venda da Brico Dépôt a possibilidade de beneficiarem de mais de 8.000 produtos de bricolagem com a melhor relação qualidade/preço, de forma rápida e ágil. Toda a estratégia digital é totalmente complementar às lojas físicas e depende das mesmas.

 

Quais são os planos para este mercado? Pretendem manter as lojas atuais, expandir a rede? Qual é o investimento esperado?

 

O objetivo da Brico Dépôt é apostar a longo prazo em Portugal e nos restantes países, continuar a trabalhar para oferecer sempre a melhor oferta aos clientes.

 

Quais são as expectativas de procura para este novo serviço de ecommerce?

 

A Brico Dépôt está muito otimista quanto ao crescimento da sua loja online nos próximos meses, visto que é um claro complemento ao ponto de venda físico e permite-nos chegar a clientes em todo o território nacional. Sem dúvida, a alternativa Click & Collect também será muito interessante para o cliente profissional que mora perto de lojas físicas, que prefere comprar online com calma a qualquer hora e recolher o pedido em 1 hora.

 

Como evoluíram as vendas da Brico Dépôt durante esta fase pandémica?

 

Com os nossos clientes a querer apostar nas suas casas durante este período, tivemos a sorte de os receber nas nossas lojas, vimos uma tendência positiva nas compras e na experiência do cliente e os nossos colaboradores foram brilhantes na forma como geriram os clientes com toda a segurança, durante este período.

 

Qual a situação atual do grupo aqui em Portugal: ao nível dos colaboradores, faturação...?

 

A Brico Dépôt tem mais de 200 colaboradores em Portugal que trabalham nas suas três lojas físicas: Loures, Sintra e Vila Nova de Gaia. A situação atual é boa, com um bom caminho nas vendas que nos deixa otimistas para o futuro.

Partilhar