NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O projecto BlueWays nasce com o objectivo de valorizar e promover os Percursos Azuis do Alto Minho, conjugando as valências mar, rio e natureza, de forma a atrair turistas nacionais e internacionais à região.

Este projecto é liderado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho e tem como base um conjunto de acções de valorização e promoção das actividades de turismo náutico sustentável, complementando as actividades de rio com outras de mar e natureza. Segundo avança Cecília Marques, representante da CIM, “é um projecto a várias mãos, que envolve actores públicos, privados e associativos do Alto Minho”, que “pretende mostrar a riqueza do nosso território, fomentando o crescimento do turismo de natureza na nossa região”.

 

O Blueways espera criar uma melhor oferta, orientada para diferentes públicos-alvo da estratégia de valorização eco-turística da região. Co-financiado pelo PO Norte 2020, o projecto quer mostrar como uma família pode, por exemplo, descobrir Melgaço ao longo de uma semana e realizar uma caminhada com uma empresa local, fazer rafting no Rio Minho, deslocar-se a Caminha e realizar a descida do Rio Couro em kayak, ou fazer um passeio a cavalo.

 

De Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo até Vila Nova de Cerveira, o BlueWays arranca este mês com diversas actividades em meio aquático. Decorre até Outubro com eventos e actividades como bodyboard, canoagem, canyoning, kitesurf, passeios de barco, rafting, SUP, surf, windsurf e hidrospeed, que surgem associados a serviços complementares como observação de fauna e flora, passeios de todo o terreno, entre outras possibilidades.

Partilhar