NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Turismo de Portugal vai investir 1,2 milhões de euros num programa de inovação para desenvolver “soluções que melhorem a experiência dos turistas, que dêem resposta aos desafios da sustentabilidade e big data no turismo”.

A iniciativa envolve quatro programas de ideação, cinco programas de aceleração e sete de inovação aberta, contando com um total de 327 startups e ideias de projecto.

 

Em comunicado, o instituto salienta que “esta é a primeira vez que o Programa FIT prevê expressamente o apoio à inovação aberta, como forma de estimular a inovação, em particular nas PME, que constituem a maioria das empresas portuguesas no sector do turismo”.

 

Para esta edição, o Turismo de Portugal recebeu “um total recorde de 35 candidaturas, que foram apresentadas por incubadoras, que integram a rede de 46 incubadoras que assinaram o Protocolo FIT com o Turismo de Portugal”.

 

O instituto sublinha que o montante de 1,2 milhões de euros de incentivo “é alocado à dinamização da inovação e à adopção de tecnologias pelas empresas nacionais de turismo, apoiando a experimentação e adopção de soluções inovadoras pelo sector, tendo como principal objectivo a inovação tecnológica ou a inovação de modelos de negócio que permitam reforçar a capacitação das empresas nacionais e melhorar a comunicação do destino com os turistas”.

 

Citada no comunicado, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, destacou que “o objectivo é, em estreita colaboração com incubadoras, empresas instaladas e capitais de risco, trabalhar os desafios do sector e encontrar na comunidade empreendedora soluções úteis e inovadoras que contribuam para construir o turismo do futuro”.

 

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, salientou que este programa “traduz a forte aposta que temos vindo a fazer na inovação da actividade turística, oferecendo condições para criar, desenvolver e implementar soluções únicas que contribuam para a competitividade das empresas portuguesas e para a afirmação internacional do destino Portugal”.

 

O Programa FIT foi criado em 2016 e nas três edições anteriores foram apoiados projectos de ideação e aceleração que envolveram 897 startups e ideias de projectos, totalizando um investimento de 5,1 milhões de euros, a que correspondeu um incentivo de três milhões de euros.

Partilhar