NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Páscoa aumentou a ocupação hoteleira no Algarve no mês de abril, registando-se o valor mais elevado em comparação com o mesmo período dos últimos 20 anos, anunciou hoje a maior associação hoteleira da região.

"A taxa de ocupação global média/quarto foi de 68,4 por cento, mais 12,1% do que em abril de 2018, tendo a época da Páscoa influenciado positivamente os resultados", informou a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

 

O volume de vendas acompanhou o crescimento da taxa de ocupação, registando-se um aumento de 9% em abril passado, relativamente ao mesmo período de 2018.

 

Em declarações à agência Lusa, o presidente da AHETA, Elidérico Viegas, indicou que "para a excelente taxa de ocupação no mês de abril muito contribuiu o facto de as férias da Páscoa se verificarem a meio do mês, o que originou uma maior procura pelo Algarve dos mercados interno, espanhol e britânico".

 

"Houve um aumento significativo, principalmente, por parte dos espanhóis e dos portugueses, acompanhando a tendência verificada nos últimos anos", sublinhou.

 

Elidérico Viegas disse ainda que a ocupação no Algarve não foi afetada pela greve dos motoristas de veículos pesados de matérias perigosas, "ao contrário do que se temia".

 

"Existia alguma preocupação, mas a crise que se previa com a greve, entretanto desconvocada, acabou por não ter qualquer impacto na ocupação hoteleira durante a Páscoa no Algarve", destacou.

 

De acordo com os dados provisórios revelados pela AHETA, a ocupação média/quarto no mês da Páscoa deste ano é a mais elevada no mesmo período desde o ano 1999 do século passado, altura em que se registou uma ocupação de 67,7%.

 

Os mercados que mais contribuíram para a subida foram o espanhol (mais 105%), o português (+39,7%) e o britânico (+9,9%).

 

Os mercados francês e holandês apresentaram as maiores descidas, menos 32,0% e 18,9%, respetivamente.

 

Em termos acumulados, desde o início do ano, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 4,2%, anunciou a associação no "resumo da evolução" mensal da atividade do setor.

Partilhar