NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A atividade económica no Brasil caiu 0,56% em janeiro em relação a dezembro, após quatro meses consecutivos de resultados positivos, divulgou hoje o Banco Central brasileiro.

A atividade económica no Brasil caiu 0,56% em janeiro em relação a dezembro, após quatro meses consecutivos de resultados positivos, divulgou hoje o Banco Central brasileiro.

 

O índice de atividade económica — considerado um dado prévio ao Produto Interno Bruto (PIB) — de janeiro é o primeiro negativo depois dos resultados positivos de dezembro (1,16%), novembro (0,42%), outubro (0,29%) e setembro (0,35%).

 

Apesar desta queda em termos mensais, a atividade económica cresceu 2,97% em janeiro em base anual, ou seja quando comparada com o mesmo mês de 2017. O indicador é calculado com base nos dados do crescimento industrial, agropecuário e de serviços, os três principais setores da economia brasileira. A

 

 economia brasileira cresceu 1,0% em 2017, após uma profunda recessão que provocou uma queda do PIB de 3,5% em 2016 e também de 3,5% em 2015, dois anos de queda consecutiva, o que não acontecia desde a década de 1930.

 

Para reverter a situação e enfrentar o avultado e crónico défice orçamental, o Governo do Presidente Michel Temer, aplicou um duro plano de austeridade com reformas estruturais, com cortes de despesa e um amplo programa de privatizações e concessões.

 

O executivo de Temer, cujo mandato termina em janeiro de 2019, espera consolidar o crescimento de 2017 e prevê uma subida de 3,0% do PIB para este ano.

Partilhar