NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O montante angariado vai ser usado para a expansão da estratégia europeia e para continuar a construir a plataforma, segundo a startup de trotinetes elétricas.

A startup alemã de micro mobilidade Tier Mobility angariou 60 milhões de dólares (cerca de 55 milhões de euros) numa nova ronda de finamento Série B. A operação foi liderada pelos fundos Mubadala Capital e Goodwater Capital, mas contou também com o reforço do investimento pelo fundo de capital de risco privado português Indico Capital Partners.

 

Além destes três investidores, a ronda de financiamento contou com a participação de White Star Capital, Northzone, Speedinvest, Point9, Kibo Ventures, Market One e business angels como Nico Rosberg, que já eram tinham participações no capital da empresa de trotinetas elétricas. A Axa Investments e a Evli Growth Partners tornaram-se novos investidores na Tier Mobility.

 

O montante angariado vai ser usado para a expansão da estratégia europeia e para continuar a construir a plataforma, segundo explicou a startup em comunicado.

 

“Estamos extremamente entusiasmados de ter a Mubadala Capital e a Goodwater Capital a liderar esta ronda”, afirmou o cofundador e CEO da Tier, Lawrence Leuschner. “Com a sua profunda experiência em apoiar empreendedores de tecnologia de consumo em por todo o mundo, irão ajudar-nos a acelerar os nossos planos de expansão, levando a revolução da mobilidade para o número mais elevado de utilizados possível em todo o mundo“, acrescentou o gestor.

 

Em fevereiro, a Tier tinha fechado uma outra ronda de financiamento Série A num total de 25 milhões de euros, na qual a portuguesa Indico entrou com 3,25 milhões. Desde então, a startup passou a estar presente em 40 cidades de 12 países.

 

“Acreditamos profundamente que a micro mobilidade chegou para ficar como forma de transporte, especialmente na Europa. Estamos confiantes que a Tier Mobility está na melhor posição para se tornar o player líder na Europa e no mundo”, sublinhou Amer Alaily da Mubadala Capital.

Partilhar