NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Transinsular, empresa do Grupo ETE, maior armador português, anunciou hoje que vai retomar as ligações directas de Lisboa a Cabo Verde, no transporte marítimo de carga internacional, a partir de 11 de Abril. A decisão surge depois da normalização da actividade portuária em Lisboa, que último mês esteve paralisado devido a greve dos estivadores.

A ligação será assegurada através do serviço Cabo Verde Expresso, da Transinsular, criada recentemente e que substitui o Lince classe.

 

Numa nota de imprensa enviada às redacções, o grupo ETE justifica a decisão com a necessidade de fazer face aos constrangimentos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

 

“Com o menor transit-time do mercado, a Transinsular oferece, através do serviço Cabo Verde Expresso, o transporte marítimo regular de carga geral e contentorizada, com ligação directa entre Portugal e Cabo Verde, permitindo responder com eficiência, fiabilidade e rapidez às necessidades actuais”, lê-se no documento.

 

Assim, e de acordo com o mesmo documento, a empresa portuguesa garante que o serviço será regular directo (sem transbordo), feito com frequência quinzenal, desde Portugal (Lisboa e Leixões) para a Praia e Mindelo.

 

O serviço regular Cabo Verde Expresso garante ainda um tempo de trânsito de 7 dias, na referida rota Lisboa-Leixões-Praia-Mindelo.

 

No arquipélago, a conexão com o serviço Atobá Interilhas assegura o abastecimento regular de carga, nomeadamente com Sal e Boa Vista.

 

“A configuração deste serviço confere à Transinsular uma posição privilegiada no mercado nacional e internacional, salientando-se a importância do abastecimento de produtos oriundos da Europa no arquipélago de Cabo Verde, nomeadamente frescos", refere a nota.

 

Os serviços serão realizados com navios operados pela Transinsular.

Partilhar