NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Prio está à procura de startups para a quarta edição do programa de aceleração Jump Start. Este programa procura novas ideias nas áreas da mobilidade, transição energética e transformação digital. Os três vencedores vão poder testar as ideias dentro da produtora portuguesa de biocombustíveis e ganhar um prémio de 10 mil euros para desenvolvimento do projeto.

As candidaturas para este programa estão abertas até 30 de abril. (ver nesta página) Depois, serão escolhidos 20 pré-finalistas para participar num bootcamp nos dias 17 e 18 de junho. A final do programa será a 3 de julho, com 10 finalistas.
 
Os cinco melhores projetos terão acesso a um espaço de exibição na próxima Web Summit ou então 2500 euros para a divulgação da startup. Este programa de aceleração conta com o apoio da agência imatch, em parceria com Innoenergy, Portugal Ventures, Inova Ria e, ainda, a Câmara Municipal de Ílhavo.
 
Iniciado em 2017, o Jump Start tem sido utilizado pela Prio para testar novos conceitos junto das startups, conforme detalha ao Dinheiro Vivo a diretora de inovação da empresa, Cristina Correia.
 
Da edição de 2019, “os três pilotos estão a decorrer, embora a velocidades diferentes”.
 
A Sensei, que cria lojas autónomas e sem caixas de pagamento, “está na fase de desenho da solução conjunta” para a aplicação começar a funcionar nas lojas da Prio.
 
A Wall-i transforma qualquer ecrã numa ferramenta de promoção de produtos ou de serviços e já tem o sistema a funcionar em três lojas.
 
 Da Letónia, a Enertecgreen tem uma solução de economia circular para produzir biocombustíveis avançados a partir de biomassa e resíduos agrícolas e urbanos e está na fase inicial do projeto piloto.
 
Outro exemplo, da edição de 2018, é a startup espanhola Macco Robotics, que “está na fase final da produção produção de um quiosque robótico”, depois de um teste de três meses na loja de Gaia, em outubro de 2019.

Partilhar