NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) considera que o potencial de exportação do setor musical nacional é "enorme", na partida para o Eurosonic, admitindo participar em mais eventos ao longo do ano.

A AICEP, que, a par da Why Portugal, leva uma missão portuguesa ao festival deste ano, onde, a partir de hoje, 21 artistas vão atuar para profissionais do setor, considerou, em respostas por escrito à agência Lusa, que "a disponibilidade e abertura a novas áreas de atuação da AICEP, nomeadamente nesta da música, é evidente desde já na realização desta primeira missão empresarial ao Eurosonic, sendo que outras atuações conjuntas, em parceria e em rede continuam a ser acolhidas e analisadas".

 

"O potencial de exportação do setor da música é enorme uma vez que estão a ser dados os primeiros passos e o 'feedback' que temos recebido de vários parceiros, profissionais e jornalistas internacionais tem sido já muito positivo. Neste momento, sentimos uma enorme expectativa em relação ao destaque a Portugal, na edição de 2017 do Eurosonic Noordeslag, e estamos a trabalhar para que seja uma edição proveitosa para todos os profissionais e artistas envolvidos", acrescentou a AICEP.

 

Aquela agência recordou que se trata de um total que ronda os 70 profissionais, entre os quais se encontram "não só os 50 profissionais inscritos na conferência através do acordo AICEP/Why Portugal, mas também outros profissionais, devidamente identificados pelas entidades envolvidas, que vão acompanhar os artistas que representam, aproveitando, também as possibilidades de exportação que esta oportunidade única lhes traz".

 

"A missão empresarial em si organizada pela AICEP, no Portugal Lounge, conta com 22 empresas sendo que a Why Portugal dinamiza duas conferências com oradores portugueses e articulou a inscrição e apresentação de 21 artistas e grupos portugueses durante o festival, fazendo da comitiva portuguesa, com mais de 80 pessoas, a maior de um 'Country Focus' alguma vez presente no Eurosonic", realçou a AICEP.

 

Cerca de 20 artistas portugueses atuam a partir de hoje no festival Eurosonic Noorderslag, em Groningen, na Holanda, em busca de uma maior divulgação fora de portas e perante centenas de promotores internacionais.

 

O Festival Eurosonic Noorderslag é um ponto de encontro anual de profissionais da indústria da música, onde se promove o contacto entre músicos, editores, 'managers' e promotores, através de concertos, conferências e reuniões.

Portugal é este ano o país convidado e o convite é visto como uma janela de oportunidade para a internacionalização da música portuguesa.

Partilhar