NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Companhia aérea portuguesa registou um aumento de 116 mil passageiros em 2018 nas rotas africanas. Com a Conacri passa a voar para 11 países em África.

A TAP já voa para a Guiné Conacri para onde passará a fazer uma ligação três vezes por semana. O primeiro voo aconteceu esta quarta-feira.

 

Os voos entre Lisboa e Conacri saem às quartas, sextas e domingos às 19h15, com chegada às 22h55 e, no sentido inverso, partem da capital da Guiné Conacri às 23h45 dos mesmos dias da semana, com chegada à capital portuguesa às 05h10 (horas locais) do dia seguinte.

 

A companhia portuguesa anuncia tarifas desde 299 euros (apenas ida) para este centro urbano da África Ocidental.

 

Com o início desta nova rota para o continente africano, a TAP passa a integrar na sua rede de destinos um total de 17 cidades africanas em 11 países: além de Conacri (Guiné Conacri), também Luanda (Angola), Maputo (Moçambique), S. Tomé (S. Tomé e Príncipe), Bissau (Guiné Bissau), Praia, Sal, São Vicente e Boa Vista (Cabo Verde), Marraquexe, Casablanca, Tânger e Fez (Marrocos), Dakar (Senegal), Abidjan (Costa do Marfim), Accra (Gana) e Lomé (Togo).

 

A companhia portuguesa destaca que, em 2018, foi registado “um aumento considerável” da procura por rotas africanas, elevando para 1,1 milhões o número de passageiros, o que representa um crescimento de 11,2%, ou 116 mil pessoas face ao ano anterior.

Partilhar