NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Pedro Siza Vieira falava na comissão parlamentar conjunta de Orçamento e Finanças e de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no âmbito da apreciação na especialidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

O ministro da Economia afirmou hoje que os contratos de investimento estrangeiro captados pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) atingiram “um novo máximo” em 2019, tendo o investimento empresarial privado aumentado 9,2%.

 

Pedro Siza Vieira falava na comissão parlamentar conjunta de Orçamento e Finanças e de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no âmbito da apreciação na especialidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

 

“Conseguimos no ano passado o nível máximo de investimento direto estrangeiro no nosso país que alguma vez tivemos”, salientou o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

 

“Mais uma vez os contratos de investimento estrangeiro captados pela AICEP atingiram um novo máximo, ou seja, o investimento empresarial privado no nosso país cresceu 9,2%”, prosseguiu o governante.

 

“Apesar do nível de fiscalidade, estamos a ver ritmos de crescimento do investimento muito vigorosos”, sublinhou Pedro Siza Vieira.

 

O ministro afirmou ainda que, “no contexto em que o país se encontra, fazer agora baixar os impostos só iria fazer crescer a dívida e o défice”, o que teria impacto na subida dos juros da dívida.

Partilhar