NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O diretor-geral da Associação Turismo de Lisboa revelou que a capital “acolheu 50% dos eventos que se realizaram em Portugal”, mas que se considerar “a região de Lisboa, a percentagem sobre para 55%” sendo que isso contribuiu “para que o país tenha obtido um excelente lugar no ranking internacional”.

A capital portuguesa ocupou o sexto lugar na lista da International Congress & Convention Association (ICCA), que classifica várias cidades do mundo em termos de receção de congressos internacionais, revelou a Associação Turismo de Lisboa esta segunda-feira.

 

A nova posição representa uma subida de três lugares na classificação de Lisboa. Assim, a capital assiste ao reforço da sua posição como um destino atrativo para acolher eventos de grande dimensão neste segmento, como é exemplo a Web Summit que acolheu mais de 70 mil pessoas em 2018.

 

De acordo com os dados divulgados pela ICCA, conseguiu superar cidades como Londres e Singapura, embora o ranking tenha sido liderado por Paris. O diretor-geral da Associação Turismo de Lisboa, Vítor Costa, afirmou que Lisboa em “um posicionamento internacional invejável em matéria de Congressos e eventos similares”, que por sua vez contribuem “para uma boa rentabilidade do turismo, dado o maior peso deste produto em termos económicos”.

 

O diretor-geral considerou que “a cidade de Lisboa acolheu 50% dos eventos que se realizaram em Portugal”, mas que “se considerarmos a região de Lisboa, a percentagem sobre para 55%” e isso contribuiu “para que o país tenha obtido um excelente lugar no ranking internacional”.

 

Vítor Costa realçou que os resultados alcançados “tornam mais atual a proposta que tem vindo a ser feita nos sucessivos Planos Estratégicos do Turismo”, que passam pela criação de um grande centro de congressos “capaz de acolher os congressos de grande dimensão”, sendo que atualmente “dificilmente se realizam em Lisboa por insuficiência dos equipamentos existentes”.

Partilhar