NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Isidro Lopes, dono da fabricante de tintas Neuce, de Santa Maria da Feira, arrancou com um investimento de 14 milhões de euros na construção de um condomínio residencial nesta cidade, a que acrescem mais de 13 milhões numa torre de 12 pisos na principal avenida de Vila Nova de Gaia.

Condomínio Hilgarden e Hilcrown Residence são os nomes dos novos condomínios residenciais que vão nascer nos centros de Santa Maria da Feira e Vila Nova de Gaia, respetivamente, num investimento global superior a 27 milhões de euros, com o complexo feirense orçado em 14 milhões e o gaiense em mais de 13 milhões.

O Hil comum na denominação dos empreendimentos “corresponde às iniciais de Holding Isidro Lopes, estando também associado, no caso do imobiliário, a Habitação Isidro Lopes”, explicou ao Negócios o próprio empresário, mais conhecido por ser o dono da fabricante de tintas e vernizes Neuce, que tem sede em Romariz, Santa Maria da Feira.

 

O Hilgarden, que entrou em obra em novembro passado e deverá ficar concluído no verão de 2021, está a ser construído num terreno com mais de 10 mil metros quadrados, no centro da cidade da Feira, integrando 1.300 do mesmo em domínio público, com o surgimento de uma nova praça em frente à capela de Nossa Senhora de Campos.

A desenvolver em condomínio fechado, com uma área bruta de construção acima do solo de aproximadamente 10 mil metros quadrados e pouco mais de cinco mil abaixo do solo, o Hilgarden será constituído por 64 habitações, com tipologias T4 (16 unidades), T3 (24) e T2 (24). Os preços de venda começam em 195 mil euros.

Formado por três edifícios habitacionais, com todo o perímetro exterior do empreendimento em varanda, o condomínio será, também, dotado de uma piscina descoberta com 140 metros quadrados, com apoio de balneários, uma zona infantil, uma sala multiusos e um jardim envolvente.

“Num raio de 400 metros do imóvel estão disponíveis, entre muitas outras valências, o hospital, centro de saúde, tribunal, escolas básica e secundária, universidade, a Câmara Municipal, piscinas e o CineTeatro”, realçou Isidro Lopes.

Nova torre de 12 pisos no centro de Gaia

Já na principal artéria de Vila Nova de Gaia, a única que é servida pelo Metro do Porto – no gaveto entre a Avenida da República e a Rua de Moçambique -, a Hil vai investir mais de 13 milhões de euros num condomínio residencial, que será formado por 12 pisos, dos quais nove acima do solo.

“Está em fase de projeto, já com PIP (Pedido de Informação Prévia) aprovado, devendo a sua construção arrancar no próximo verão e ficar concluído no final do próximo ano”, revelou Isidro Lopes, que não quis identificar “a família” a quem adquiriu o terreno, cuja “escritura foi efetuada em agosto passado”.

A construir num terreno de aproximadamente 1.500 metros quadrados, o projeto terá uma área bruta de construção de 6.700 metros quadrados, acima do solo e de 3.300 abaixo do solo. “Com uma vertente estética que se pretende jovem e urbana”, o Hilcrown Residence terá 72 frações, com tipologias de T0 a T3, e os preços de venda começam nos 135 mil euros. O empreendimento terá, também, uma área comercial de mil metros quadrados.

“Fruto da experiência no setor e da análise da evolução do mercado”, Isidro Lopes decidiu diversificar os seus negócios, criando a Hilimob, empresa de promoção imobiliária que “pretende ser uma referência no mercado nacional, apostando nos segmentos médio e alto”, disse o empresário, que fundou a Neuce há mais de 30 anos. Com mais de 400 trabalhadores, o grupo dedica-se ao fabrico de tintas, vernizes, diluentes, revestimentos, produtos e sistemas de impermeabilização, isolamento térmico e produtos afins.

Partilhar