NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

No âmbito do "Beyond – Health Reimagined", um movimento de reflexão e debate sobre a temática da Transformação Digital na Saúde, a EY Portugal divulga as EY Future Guidelines para o futuro da saúde ao nível da Customer Experience dos consumidores nesta indústria.

A EY acredita que nos próximos 10 anos a industria de Health & Life Sciences vai mudar muito para além do que é conhecido hoje. A EY desenvolveu, a nível global, um programa – FutureConsumer.Now – que no que concerne a Saúde, identificou as seguinte forças que impulsionarão a mudança e transformarão a forma como a saúde é promovida, adquirida e utilizada. As empresas que entendem estas forças que moldam a vida dos pacientes do futuro, terão mais condições de se adaptar agora.

 

1.       Os consumidores vão comprar tratamentos ou acessos a estilos de vida que promovam a saúde ?

Com uma população mundial cada vez mais envelhecida e com um crescente número de doenças raras e casos de cancro, existe cada vez mais a necessidade de procurar soluções inovadoras de diagnóstico e tratamento que disponibilizem uma resposta adequada e personalizada aos cidadãos. Nesse sentido, as organizações estão a procurar alterar o paradigma existente, de uma lógica de "tratamento da doença" para uma visão de "prevenção e promoção da saúde", com um elevado foco na alteração de estilos de vida. O que deve pois constituir o nosso “produto”?

 

2.       Quando a saúde é gerida de forma passiva, quão ativas podem ser as marcas?

Os consumidores irão maximizar a sua saúde com o mínimo esforço. Hoje, é preciso pensar e fazer um esforço consciente para levar uma vida saudável. No futuro, a partir do momento em que é criada uma relação de confiança para partilha de dados (biométricos e outros) a gestão da nossa saúde e bem-estar será ativa e automática, mas como ajudar os consumidores a interpretar esses dados e fazer melhores escolhas? 

 

3.       Como tornar a tecnologia tão inteligente que se torna invisível?

A evolução tecnológica está a transformar o setor da saúde, obrigando a reinventar a forma como abordamos a prestação dos cuidados médicos e a relação com o consumidor. As tecnologias que utilizamos hoje estão mais interativas e integradas com o nosso dia-a-dia. Mas ainda estamos conscientes do que estamos a utilizar. No futuro, teremos menos consciência da tecnologia - muitos dos serviços ou dispositivos nos quais confiamos ficarão invisíveis. Como devemos então promovê-los?

 

4.       Quando algoritmos de inteligência artificial conseguem diagnosticar e prever doenças, como garantir que os consumidores continuam a reconhecer valor nas empresas e profissionais de Health & Life Sciences?                                  

Os consumidores têm cada vez mais acesso a informação e tecnologia, tornando-se assim “super consumidores” que cada vez mais valorizarão a experiência e não só o resultado final. Como garantir que os consumidores reconhecem valor nessas experiências adicionais e no fator humano em saúde?

Partilhar