NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Apesar de não querer “falar muito sobre” sobre este mecanismo, o comissário europeu adiantou que a ferramenta de assistência técnica estará operacional ainda antes do verão.

A Comissão Europeia anunciou esta quinta-feira que vai lançar um novo Mecanismo de Assistência Técnica para o Investimento na Economia Azul destinada a startups e pequenas e médias empresas (PME) ligadas às atividades do mar.

 

Segundo esta instituição europeia, a ferramenta estará operacional ainda antes do verão e ajudará estes micronegócios e PME a escalar, para se “tornarem elegíveis para chamadas futuras dentro de uma Plataforma de Investimento da Economia Azul planeada”.

 

Ou seja, para que se tornem financiáveis e, depois, “numa segunda fase, candidatarem-se a financiamento de uma Plataforma de Investimento dedicada à economia azul”, que Bruxelas está a planear criar com a ajuda do Banco Europeu de Investimento.

 

A informação foi transmitida pelo comissário europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas, que, ainda assim, não divulgou mais pormenores. Karmenu Vella está em Portugal em representação da Comissão Europeia, no âmbito do Dia Europeu do Mar, e fez questão de fazer referência às dificuldades que estes ‘empreendedores azuis’ ainda sentem.

 

O Dia Marítimo Europeu, estabelecido em 2008, representa um ponto de encontro anual para profissionais, empresários e líderes políticos ligados aos mares e oceanos. A capital portuguesa receberá, ao longo dos próximos dois dias, mais de 1.400 participantes de 53 países, mais de uma centena de oradores, 28 workshops e 21 pitchs. Bruxelas escolheu Portugal para receber a edição de 2019 deste evento, este ano focado essencialmente em impulsionar a economia marítima sustentável através do empreendedorismo, do investimento, da investigação e da inovação.

Partilhar