NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Entre outubro e abril este valor registou um crescimento de 46% em relação ao mesmo período entre 2016/2017. Em sentido inverso Portugal registou uma importação de 261,78 milhões de euros, o que representa uma subida de 20%, face ao último 'exercício'.

As vendas de azeite para fora de Portugal renderam ao país 382,3 milhões de euros (306 dos quais em azeite virgem e virgem extra), entre outubro de 2017 e abril de 2018. Números que de acordo com a edição do jornal “Público” representam uma subida de 46%, comparativamente ao período 2016/2017, (que começou em outubro e terminou em setembro) da campanha oleícola.

 

Ao nível da importação os valores chegam aos 261,78 milhões de euros, registando um aumento de 20%, face ao mesmo período do último ‘exercício’, de 2016/2017.

 

Segundo dados do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA, disponibilizados ao “Público” pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a produção de azeite ultrapassou os 1,457 milhões de hectolitros (mais 94,1% em relação a 2016), o que corresponde à campanha mais produtiva desde 1915.

 

Em termos de volume foram vendidas 95,35 mil toneladas vendidas em azeite para fora do país, o que perfaz um aumento de 32%, em relação às 72,28 mil toneladas exportadas em 2016/2017.

 

O INE estima que em 2017, Portugal tenha exportado 495,46 milhões de euros em azeite e importado 351,06 milhões de euros, obtendo um resultado positivo de 144,4 milhões de euros.

Partilhar