NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

“Todas as nossas obras em curso têm assegurados os capitais necessários à sua prossecução e conclusão”, asseguram Claude Berda e José Cardoso Botelho, responsáveis pela Vanguard Properties que comprou os ativos do Fundo da Herdade da Comporta.

Em comunicado da Vanguard Properties, os responsáveis pela empresa Claude Berda e José Cardoso Botelho garantem investimentos e reafirmam os compromissos que têm com os colaboradores, clientes e fornecedores.

 

A Vanguard Properties desenvolve atualmente em Portugal projetos imobiliários valorados em centenas de milhões de euros, “envolvendo uma ampla comunidade de empresas nacionais, nomeadamente de projeto, fiscalização, construção, banca e outros, contribuindo, direta ou indiretamente, para a manutenção dos postos de trabalho de milhares de pessoas”, refere a empresa que comprou os ativos do Fundo da Herdade da Comporta.

 

Num comunicado enviado à redações a Vanguard diz que “em face da dimensão económica do grupo e do atual contexto social e económico resultante das medidas de execução do estado de emergência entretanto declarado, esclarecem que “todas as nossas obras em curso têm assegurados os capitais necessários à sua prossecução e conclusão”.Todas as nossas obras em curso têm assegurados os capitais necessários à sua prossecução e conclusão.

 

“Manteremos, e quando possível, aceleraremos (no caso, por exemplo, do projecto Bayline), o ritmo das nossas obras, exceto, naturalmente, quando o Governo, no atual contexto, impuser medidas que o impeçam”, adiantam.

 

“Todas as construtoras que trabalham nas nossas obras informaram a Vanguard Properties da adoção de medidas visando a proteção dos seus colaboradores”, informa a empresa promotora imobiliária.

 

Os gestores da Vanguard garantem que “manteremos, a mesma política de pagamentos, ou seja, pagaremos pontualmente todos os fornecimentos contratados e demais obrigações contratuais”.

 

A empresa refere ainda que “apesar do atual momento de incerteza, estamos confiantes e empenhados no nosso país e mantemos a aposta iniciada em 2016”.

 

A Vanguard Propeties assegura também que os colaboradores da Vanguard Properties, atualmente a trabalhar em regime de teletrabalho, vão manter os postos de trabalho. “Gostaríamos de reafirmar que manteremos todos os postos de trabalho e as respetivas regalias, intactas”, lê-se no comunicado.

 

A Vanguard está totalmente empenhada em assegurar que a liquidez dos nossos fornecedores e o poder de compra das pessoas que, direta e indiretamente, de nós dependem seja mantida. Só assim poderemos vencer as consequências desta pandemia”, conclui a promotora imobiliária.

Partilhar