NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Startup portuguesa UpHill disponibiliza a partir de hoje, 23 de março, um curso prático de abordagem diagnóstica e terapêutica ao novo coronavírus.

Qualquer profissional de saúde pode utilizar a partir desta segunda-feira, 23 de março, a plataforma de simulação clínica UpHill Simulate desenvolvida pela startup portuguesa de software para análise da qualidade e treino avançado para hospitais UpHill, em regime de open source. Aí encontrará um curso prático, constituído por casos clínicos virtuais de abordagem à Covid-19 aberto aos profissionais de saúde.

 

Os casos para simulação foram desenvolvidos em conjunto com a Luz Saúde Learning Health.

 

“Numa altura em que se exigem, aos prestadores de cuidados, respostas rápidas e certeiras, a simulação em diferido representa, uma janela de oportunidade para reduzir incertezas face a uma doença que é nova e aprender num ambiente seguro, realístico, previsível e sem risco, tanto para profissionais como para os doentes”, explica Eduardo Freire Rodrigues, CEO da UpHill.

 

O software da UpHill facilita o acesso rápido e sistematizado aos protocolos de atuação clínica e à informação científica disponível e permite testar as competências práticas na abordagem diagnóstica e terapêutica ao novo coronavírus.  “Num contexto atípico como o atual, em que a informação é atualizada permanentemente e os profissionais de saúde no terreno não têm mãos a medir, queremos facilitar a tarefa de se manterem atualizados e, por isso, fazemos seleção crítica dos artigos mais relevantes”, salienta.

 

Além dos casos clínicos para simulação, desenvolvidos em conjunto com a Luz Saúde Learning Health, a startup anuncia ter-se juntado à Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública e à plataforma Evidentia Médica para, num esforço conjunto entre as três entidades, disponibilizarem a melhor evidência sobre o novo coronavírus.

 

A UpHill foi fundada em 2016 por três médicos.

Partilhar