NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O grupo australiano ALS decidiu instalar em Tondela um laboratório dedicado à produção de kits de testes RT-PCR de deteção do coronavírus com resultados em 24 horas e que vai produzir também os seus componentes, noticia o ‘Negócios’.

A aposta é feita na prestadora de serviços laboratoriais ControlVet, empresa que integra a gigante australiana ALS Life Sciences, que se tem vindo a destacar na biologia molecular, recebendo em Tondela amostras de todo o mundo, em particular para serem analisadas com técnicas relacionadas com DNA.

 

O laboratório, que abre portas amanhã, sexta-feira, resulta de um investimento superior a um milhão de euros e “terá uma capacidade diária de produção de oito mil kits/testes em apenas um turno”, detalha João Cotta, diretor-geral da ALS para a Europa do Sul, ao ‘Negócios’, adiantando que “a capacidade de produção pode ser facilmente escalada”.

 

Esta unidade dedicada à produção dos componentes (oligonucleotidos) e dos kits de biologia molecular, vai permitir que Portugal “se torne autónomo nesta matéria”, destaca o responsável.

 

Para este arranque, foi reunidas uma equipa de cinco técnicos (três doutorados e dois mestrados), sendo que dois dos doutorados vêm do estrangeiro: um é português e o outro nasceu na Malásia mas estava a trabalhar na Universidade de Utah, nos Estados Unidos.

 

A construção do laboratório foi adjudicada pela ControlVet à Purever Tech que executou o projeto em dois meses. A Purever Tech faz parte do grupo Purever Industries, que nasceu em 2001 de um “management buy out” sobre a Dagard Ibérica, cuja unidade em Nelas tinha resultado de uma “joint venture” entre o grupo francês (65%) e a Sonae (35%).

Partilhar