NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Ao apostar no Zoo Santo Inácio, a francesa EKKIO CAPITAL fez disparar o número de visitantes de outras nacionalidades àquele que é o maior e mais verde jardim zoológico do Porto.

Em 2014, o Zoo Santo Inácio foi adquirido pelo Grupo Thoiry, cuja holding é a EKKIO CAPITAL, uma empresa especializada em turismo e lazer. Na sequência desta aposta estratégica no mercado português, o Zoo Santo Inácio já investiu mais de dois milhões de euros em ações de melhoria do espaço, posicionando-se, assim, como um dos principais equipamentos turísticos a visitar no distrito do Porto e Norte do país.

 

Com a operação, verificou-se o aumento do número de visitantes no Zoo (em particular a assumida extensão ao público estrangeiro) e, consequentemente, o incremento das receitas da bilheteira, o que tem vindo a possibilitar o enriquecimento permanente dos 15 hectares de área útil e de todas as zonas que o amplo espaço verde contempla.

 

Sendo a EKKIO CAPITAL um assumido player na área do investimento em capital de crescimento na área do turismo, rapidamente reconheceu o potencial económico do Zoo Santo Inácio, sobretudo numa altura em que o país é referência internacional e premiado como sendo um dos destinos de eleição na Europa, nomeadamente a cidade do Porto, recentemente eleita como a cidade europeia mais interessante para visitar em 2019.

 

Também na ordem do dia, e não menos apelativa, está a missão do Zoo Santo Inácio nas áreas da conservação de espécies (especialmente as mais ameaçadas de extinção), educação ambiental e preservação da natureza, à imagem do que acontece nos restantes jardins zoológicos do Grupo Thoiry. Tendo em conta as valências do projeto e o reconhecimento que este tem junto da comunidade científica a que está ligado – integrando a Associação Europeia de Zoológicos e Aquários (EAZA) e a Associação Portuguesa dos Zoos e Aquários (APZA) –, o investidor não teve dúvidas sobre o impacto que esta estrutura viria a ter no panorama turístico do Norte de Portugal, enriquecendo a oferta existente com uma proposta de valor única e diferenciadora.

 

Com mais de 600 animais albergados, de 200 espécies, estando mais de 40 animais ao abrigo de Programas Europeus de Preservação de Espécies ameaçadas de extinção, o maior e mais verde zoo do Norte é, atualmente, um dos equipamentos turísticos mais visitados na região Norte.

 

Para futuro, o objetivo da administração para o Zoo Santo Inácio é perpetuar a conservação de espécies em vias de extinção, aumentar o efetivo de espécies que alberga, proporcionar ferramentas pedagógicas sobre as temáticas relacionadas com a missão desta instituição ao público, bem como receber o maior e mais variado leque de visitantes, de todos os cantos do planeta, mostrando o que de melhor se faz a este nível, não só em Portugal, mas também à escala mundial.

Partilhar