AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Contact Us


Homepage » Eventos » Visitas

 

 

 

 

Tema: Canadá - Missão de importadores e de opinion maker a Portugal

Data: 19 a 23 de junho de 2017

Setores: Casa - Mobiliário, Iluminação e decoração

Local: Norte

Condições de participação: consultar

Inscrição: online, até 18 de maio de 2017 

 

A AICEP organiza a visita a Portugal de três importadores canadianos e de um dos mais reconhecidos opinion maker do setor do mobiliário do Canadá, de 19 a 23 de Junho.

 

Os vice-presidentes dos dois maiores grupos de compras, Mega Group  e Cantrex Nationwide, e a vice-presidente de uma das principais cadeias retalhistas, Tepperman's Furniture, visitam Portugal pela primeira vez.

O especialista Michael Knell, além da sua excelente reputação como opinion maker, é jornalista e editor da revista digital de market intelligence HomeGoodsOnline.ca, assumindo, também o cargo de correspondente canadiano da influente revista americana Furniture Today.

 

Esta visita tem como objetivo identificar e alavancar oportunidades para as empresas portuguesas naquele país e dar a conhecer o potencial de Portugal como país fornecedor de produtos de qualidade, onde o design é um fator diferenciador

 

Empresas dos setores de mobiliário, iluminação e decoração têm nesta ação uma excelente oportunidade para iniciar ou reforçar as suas exportações para o Canadá.

 

As empresas interessadas em participar nesta ação devem ler atentamente as condições de participação  e proceder ao preenchimento do formulário de inscrição, até ao dia 18 de maio de 2017. 

 

Sobre o mercado de mobiliário no Canadá 

 

O Canadá tem uma indústria doméstica de mobiliário, mas o mercado é em grande medida abastecido por importações, que têm registado crescimento continuado nos últimos cinco anos.

Em 2016, as importações totais de mobiliário alcançaram cerca de 5,7 mil milhões de euros, tendo aumentado 5.8% face a 2015.

Um outro indicador positivo é o facto de as importações oriundas de vários países europeus acompanharem esta tendência de crescimento, incluindo Portugal. As nossas exportações de mobiliário passaram de 8,9 milhões de euros em 2012, para 24 milhões em 2016, o que significou um aumento de 20% face ao ano anterior.

 

A esta tendência de crescimento das importações, acresce o grande impulso que o Acordo CETA vai criar no comércio bilateral com os países europeus. Um dos efeitos imediatos da entrada em vigor do CETA é a eliminação imediata das tarifas aduaneiras que ainda impendem sobre alguns tipos de mobiliário, o que tornará o nosso mobiliário mais competitivo em termos de preços.

Paralelamente, continua a verificar-se na economia canadiana uma tendência de diversificação de mercados, para diminuir a grande dependência face aos Estados Unidos.

 

 

 

Organização: 

  

Partilhar